Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade inflamatória na associação entre obesos com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e a síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS)

Processo: 13/02091-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Silke Anna Theresa Weber
Beneficiário:Silke Anna Theresa Weber
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Flávio Danilo Mungo Pissulin ; Francis Lopes Pacagnelli ; Ricardo Beneti ; Suzana Erico Tanni Minamoto
Assunto(s):Otorrinolaringologia  Doença pulmonar obstrutiva crônica  Apneia obstrutiva do sono  Síndrome metabólica  Obesidade 

Resumo

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), a Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS) e a Síndrome Metabólica (SM) têm parâmetros definidos para diagnosticá-las de forma isolada. Muitos estudos sobre as associações entre a DPOC e SAOS ("Overlap Syndrome"- OS), DPOC e SM e SAOS e SM vêm propondo variáveis que as caracterizam e/ou demonstram uma direção fisiopatológica. Neste contexto, percebemos que a tríade DPOC, SAOS e SM, juntas, necessita ser estudada. Objetivos: o presente estudo visa fundamentar parâmetros para caracterizar a tríade DPOC, SAOS e SM e verificar a prevalência da sobreposição entre estas doenças. Casuística e Métodos: serão incluídos 120 portadores de DPOC leve, moderado, grave e muito grave, de ambos os gêneros. Após a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido serão submetidos aos seguintes procedimentos: exame clínico e obtenção dos dados antropométricos, espirometria pré e pós-brocodilatador, aplicação dos questionários de dispnéia e escalas de sono. Em outro dia, após período de jejum de 12 horas, será colhido sangue venoso para exames laboratoriais, execução do teste de caminhada de 6 minutos, cálculo do índice BODE e a execução da polissonografia, que será no terceiro atendimento, no período noturno. Esperamos, com isso, caracterizar a tríade em toda a sua complexidade, o que permitirá uma abordagem terapêutica adequada a este grupo de pacientes. (AU)