Busca avançada
Ano de início
Entree

Territórios do torcer: uma análise quantitativa e qualitativa das associações de torcedores de futebol na Cidade de São Paulo

Processo: 13/20679-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2014 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Bernardo Borges Buarque de Hollanda
Beneficiário:Bernardo Borges Buarque de Hollanda
Instituição-sede: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniela Do Amaral Alfonsi ; Jimmy Medeiros ; José Paulo Florenzano ; Thais Continentino Blank
Bolsa(s) vinculada(s):14/06214-5 - Territórios do torcer: uma análise quantitativa e qualitativa das associações de torcedores de futebol na cidade de São Paulo, BP.TT
Assunto(s):Torcidas organizadas  Futebol  Perfil social  Pesquisa qualitativa  Pesquisa quantitativa  São Paulo (SP) 

Resumo

O Projeto tem um duplo objetivo: mapear a distribuição espacial das torcidas organizadas na região metropolitana de São Paulo e traçar um perfil social do torcedor uniformizado paulistano. À luz da atual dinâmica de conflito entre associações rivais de torcedores de futebol, procura-se compreender a lógica de disseminação do pertencimento clubístico na malha urbana da cidade, com foco no subgrupo de torcedores associados, pertencentes às chamadas torcidas organizadas. A metodologia baseia-se em uma pesquisa com dados qualitativos e quantitativos, já desenvolvida pelo proponente no âmbito das torcidas organizadas do Rio de Janeiro. À aplicação de questionários e à coleta de material durante o Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro da temporada de 2014, somar-se-á a gravação de aproximadamente quarenta horas de depoimentos em História Oral junto a lideranças de torcedores da capital. A pesquisa empreenderá uma análise do fenômeno sócio-espacial de pertença às regiões de origem dos torcedores, com a criação de dados amostrais para o acompanhamento da ramificação territorial dos subgrupos e para a reflexão da problemática da violência juvenil associada às franjas do futebol profissional, tais como estudadas por Toledo (1996), Pimenta (1997) e Reis (2006), entre outros especialistas. Se já foram dissecados os fundamentos históricos, antropológicos e sociológicos das Torcidas Organizadas (TOs), visa-se agregar às pesquisas acadêmicas elementos estatísticos atualizados, próprios das mensurações quali-quantitativas, que possibilitem entender os vínculos urbanos dos torcedores organizados, em arenas atualmente excludentes, redimensionadas para a realização de megaeventos esportivos e redirecionadas para o acolhimento de novos extratos econômicos e de novos públicos futebolísticos - os sócio-torcedores - no país. Por fim, cumpre ressaltar que o projeto dará continuidade à parceria institucional com o Museu do Futebol, realizada em projeto anterior apoiado pela FAPESP, haja vista o seu enquadramento em uma das linhas de pesquisa já iniciada pelo Centro de Referências do Futebol Brasileiro, o CRFB, da referida instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, dedicada ao levantamento de informações etnográficas sobre as torcidas organizadas de futebol da cidade de São Paulo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.