Busca avançada
Ano de início
Entree

Expression of glutathione, glutathione peroxidase and glutathione S-transferase PI in canine mammary tumors

Processo: 14/03222-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2014 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Glutationa  Cultura de células  Estresse oxidativo  Artigo científico 

Resumo

A glutationa (GSH) é um dos agentes mais importantes do sistema de defesa antioxidante da célula , porque , em conjunto com a glutationa peroxidase (GSH-Px) e glutationa -S-transferase pi (GSTpi) , que desempenha um papel central na desintoxicação e biotransformação de drogas quimioterápicas . Este estudo avaliou a expressão das enzimas GSH, GSH- Px e GSTpi por imuno-histoquímica em 30 tumores mamários caninos, relacionando os parâmetros clínico-patológicos, evolução clínica e sobrevida das cadelas . Num estudo in vitro, a expressão dos genes glutamato cisteína ligase (GCLC) e glutationa-sintetase (GSS), que sintetizam GSH, e o gene GSH-Px foram verificadas por qPCR após o tratamento das células com doxorrubicina, para verificar a resistência das células cancerosas a quimioterapia.ResultadosA expressão imuno-histoquímica da GSH, GSH- Px e GSTpi foi comparada com as características clínicas e patológicas e a evolução clínica nas cadelas, incluindo metástase e morte. Os resultados mostraram que a elevada expressão de GSH foi correlacionada com a ausência de ulceração e estava presente em cadelas sem metástases (P < 0,05). Houve uma correlação de sobrevida com o aumento de GSH (P < 0,05). A expressão das enzimas GSH- Px e GSTpi não mostraram correlação estatisticamente significante com as variáveis analisadas ( p> 0,05) . A análise da expressão relativa de genes responsáveis pela síntese de GSH (GCLC e GSS) e GSH - Px por PCR quantitativo foi realizado com culturas de células de 10 fragmentos de tumor de cadelas portadoras de tumores mamários. As células de cultura mostraram um decréscimo na expressão da GCLC e GSS quando comparada com células não tratadas (P < 0,05). Alta expressão GSH foi associado com melhores resultados clínicos.ConclusãoA expressão elevada da GSH parece desempenhar um papel importante no resultado clínico de pacientes com tumores mamários e sugerem a sua utilização como marcador de prognóstico. A doxorrubicina no tratamento in vitro reduz significativamente a expressão dos genes GCLC e GSS, assim podemos considerá-los como candidatos a marcadores preditivos de resposta terapêutica no câncer de mama. (AU)