Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade in vitro e in vivo anti-Candida albicans e anti-Helicobacter pylori de extratos de Astronium sp. incorporados ou não em sistemas nanoestruturados

Processo: 13/25432-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Taís Maria Bauab
Beneficiário:Taís Maria Bauab
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Medicamentos fitoterápicos  Astronium  Aroeira  Extratos vegetais  Doenças do sistema digestório  Anti-infecciosos  Antiulcerosos  Nanotecnologia 

Resumo

O Brasil apresenta uma das mais ricas biodiversidades, situando-se em uma posição privilegiada por possuir cerca de 25% da flora mundial. Adicionalmente, a comunidade científica tem se interessado cada vez mais pelas plantas medicinais e pela fitoterapia, fato este justificado pelo custo mais baixo destas formas terapêuticas quando comparadas com os medicamentos industrializados. Além disso, o uso irracional de agentes antimicrobianos no tratamento de infecções resultou no surgimento de cepas microbianas multirresistentes, aumentando assim a chance de falha no tratamento medicamentoso, o que reforça a necessidade de se utilizar formas alternativas no controle das doenças infecciosas. O tratamento de doenças crônicas é urgente no contexto nacional e internacional. O aumento da expectativa de vida elevou a demanda por medicamentos para tratar doenças que afetam o trato digestório (úlceras gástricas e duodenais, colite ulcerativa e doença de Crohn), diabetes, câncer e outras doenças inflamatórias. O uso de fitoterápicos padronizados com eficácia e segurança determinadas tem apresentado resultados surpreendentes para tratar tais enfermidades. Com o objetivo de ampliar os estudos com plantas medicinais e contribuir para o desenvolvimento de novas drogas, um grupo transdisciplinar com participantes de várias unidades da UNESP propuseram o projeto "Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas", em consonância com a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos do Ministério da Saúde. Dentre as plantas que serão estudadas, está o gênero Astronium (Anacardiaceae) que possui diversas espécies medicinais como, por exemplo, a Aroeira (A. urundeuva), A fraxinifolium e A. graveolens. São utilizadas popularmente como adstringentes, antitérmicos, antidiarreicos e no tratamento de reumatismos, câncer e infecções microbianas, pelas propriedades atribuídas aos componentes químicos, dentre estes as lignanas, flavonoides, triterpenos, xantonas, entre outros. Neste projeto serão estudados extratos hidroalcoólicos das espécies A. urundeuva, A. fraxinifolium e A. graveolens, com o objetivo de determinar a atividade antimicrobiana destas espécies vegetais utilizando para tal determinação, a técnica de diluição em microplacas frente aos microrganismos: Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Salmonella sp, Helicobacter pylori e Candida albicans. Posteriormente os extratos serão incorporados em sistemas nanoestruturados e novamente avaliados quanto sua atividade antimicrobiana. A expectativa é que nessas formulações, os extratos vegetais tenham atividade potencializada, garantindo assim o desenvolvimento de uma alternativa terapêutica eficaz com doses menores. Além disso, serão realizados ensaios in vivo com o objetivo de determinar o potencial anti-candidíase vulvovaginal, anti-Helicobacter pylori e antiulcerogênico dos extratos incorporados e não incorporados nos sistemas propostos. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE AMORIM, MARCELO R.; HILARIO, FELIPE; SANO, PAULO T.; BAUAB, TAIS M.; DOS SANTOS, LOURDES C. Antimicrobial Activity of Paepalanthus planifolius and its Major Components against Selected Human Pathogens. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 29, n. 4, p. 766-774, APR 2018. Citações Web of Science: 1.
FELIPE HILÁRIO; VANESSA M. CHAPLA; ANGELA R. ARAUJO; PAULO T. SANO; TAÍS M. BAUAB; LOURDES C. DOS SANTOS. Antimicrobial Screening of Endophytic Fungi Isolated from the Aerial Parts of Paepalanthus chiquitensis (Eriocaulaceae) Led to the Isolation of Secondary Metabolites Produced by Fusarium fujikuroi. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 28, n. 8, p. 1389-1395, Ago. 2017. Citações Web of Science: 2.
DOS SANTOS RAMOS, MATHEUS APARECIDO; DE TOLEDO, LUCIANI GASPAR; FIORAMONTI CALIXTO, GIOVANA MARIA; BONIFACIO, BRUNA VIDAL; DE FREITAS ARAUJO, MARCELO GONZAGA; DOS SANTOS, LOURDES CAMPANER; GOTTARDO DE ALMEIDA, MARGARETE TERESA; CHORILLI, MARLUS; BAUAB, TAIS MARIA. Syngonanthus nitens Bong. (Rhul.)-Loaded Nanostructured System for Vulvovaginal Candidiasis Treatment. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 17, n. 8 AUG 2016. Citações Web of Science: 10.
BONIFACIO, BRUNA VIDAL; DOS SANTOS RAMOS, MATHEUS APARECIDO; DA SILVA, PATRICIA BENTO; SILVEIRA NEGRI, KAMILA MARIA; LOPES, ERICA DE OLIVEIRA; DE SOUZA, LEONARDO PEREZ; VILEGAS, WAGNER; PAVAN, FERNANDO ROGERIO; CHORILLI, MARLUS; BAUAB, TAIS MARIA. Nanostructured lipid system as a strategy to improve the anti-Candida albicans activity of Astronium sp.. INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE, v. 10, p. 5081-5092, 2015. Citações Web of Science: 13.
DOS SANTOS RAMOS, MATHEUS APARECIDO; CALIXTO, GIOVANA; DE TOLEDO, LUCIANI GASPAR; BONIFACIO, BRUNA VIDAL; DOS SANTOS, LOURDES CAMPANER; GOTTARDO DE ALMEIDA, MARGARETE TERESA; CHORILLI, MARLUS; BAUAB, TAIS MARIA. Liquid crystal precursor mucoadhesive system as a strategy to improve the prophylactic action of Syngonanthus nitens (Bong.) Ruhland against infection by Candida krusei. INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE, v. 10, p. 7455-7466, 2015. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.