Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da adaptação neonatal em bezerros clonados da raça Nelore: distúrbios do perfil metabólico e bases para a utilização da ventilação mecânica no tratamento dos distúrbios respiratórios de neonatos bovinos

Processo: 14/01951-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Eduardo Harry Birgel Junior
Beneficiário:Eduardo Harry Birgel Junior
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Clonagem animal  Bezerros  Respiração artificial 

Resumo

Em continuação a linha de pesquisa relacionada a medicina interna de bezerros clonados e com o intuito de atender as recomendações da FAPESP de que cada pesquisador tenha somente um projeto sob sua coordenação, a presente proposta foi dividida em dois sub-projetos que abordam duas questões cruciais na compreensão dos distúrbios da adaptação neonatal de bezerros clonados e/ou no tratamento dos distúrbios cardio-respiratórios observados nesses animais:1º Subprojeto "Inter-relações entre os distúrbios de adaptação neonatal a vida extra-uterina e o perfil metabólico de bezerros clonados"O delineamento experimental terá a finalidade de conhecer melhor o metabolismo energético de bezerro e propor protocolos de cuidados ao neonato, que aumente a sobrevivência de animais advindos de gestações de risco ou de animais nascidos prematuramente, procurando caracterizar as diferenças do perfil metabólico energético de bezerros da raça Nelore e comparar com bezerros da raça Holandesa; avaliar a influência da prematuridade no metabolismo energético de bezerros; verificar particularidades do metabolismo energético de bezerros clonados; estudar as possíveis repercussões dos distúrbios do metabolismo de energia em fetos sobre o metabolismo energético e o equilíbrio ácido básico materno no final da gestação, documentar o grau de controle glicêmico de fetos durante os 3 últimos meses de gestação por meio da determinação da hemoglobina glicada e da frutosamina.Para avaliação do metabolismo energético das vacas gestantes em final de gestação serão utilizadas 8 vacas receptoras de clones e 8 vacas receptoras de embrião da raça Nelore. Os animais serão examinados nos 30 dias finais de gestação, sendo as colheitas de sangue realizadas nos seguintes momentos: 260 dias de gestação, 270 dias de gestação, 280 dias de gestação, 285 a 290 dias de gestação, imediatamente após a indução do parto, 12 horas, 24 horas e 36 horas após a indução do parto. A última amostra será colhida às 48 horas após a indução do parto ou no momento da cesariana. Para a realização das avaliações nos bezerros serão utilizados 29 bezerros recém-nascidos da raça Holandesa e Nelore, divididos em 4 grupos experimentais: 5 bezerros nelores clonados,8 bezerros nelores prematuros, 8 bezerros nelores a termo e 8 bezerros holandeses a termo. Serão realizadas colheitas de sangue nos seguintes momentos: 0, 3, 6, 12, 24, 36, 48, 72, 120 e 168 horas de vida.2º Subprojeto "Ventilação Mecânica em bezerros clonados: Bases para sua utilização nos distúrbios respiratórios de neonatos bovinos"Para padronização das técnicas de ventilação mecânica serão utilizados 24 bezerros prematuros, obtidos por cesariana realizada entre 265 e 270 dias de gestação sem indução do parto a fim de garantir que exista distúrbio respiratório grave, sendo os suporte ventilatório nesses animais mantidos durante os dois primeiros dias. A colheita de material para determinação das variáveis respiratórias e hemodinâmicas (freqüência cardíaca, freqüência respiratória, pressão sistólica e diastólica arterial, pressão média arterial, índice cardíaco, média pressão artéria pulmonar, pressão artéria pulmonar ocluída, pressão venosa central, temperatura, pH,pCO2,pO2,HCO3,BE,SO2), avaliação do estresse oxidativo e analise do ar exalado condensado pulmonar para determinação de óxido nítrico com indicador de lesão pulmonar serão realizadas nos seguintes momentos: 0-2, 2-4, 6, 12, 24, 36, 48, 72 horas e 7 dias de vida. Nas primeiras horas de vida os animais serão avaliados de forma a caracterizar a existência de distúrbio respiratório grave que necessite de suporte ventilatório. Os animais serão divididos em três grupos experimentais composto cada um de 8 animais: 1) ventilação mecânica com intubação traqueal e 2) ventilação mecânica com mascara facial. 3 - grupo controle que não receberão suporte ventilatório. (AU)