Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisador visitante professora Martine Guibert

Processo: 14/01977-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 17 de agosto de 2014 - 29 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Samuel Frederico
Beneficiário:Samuel Frederico
Pesquisador visitante: Martine Guibert
Inst. do pesquisador visitante: Université Toulouse II-Le Mirail, França
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Geografia econômica  Agronegócio  Fronteira agrícola  Acumulação por espoliação  Cadeia de valor  Argentina 

Resumo

O plano de trabalho da visita da professora Martine Guibert tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento dos seguintes projetos de pesquisa: Auxílio Regular à Pesquisa FAPESP Nº 2013/09143-9, intitulado "Território Usado e Acumulação por Espoliação: expropriação de terras e produção agrícola moderna no Brasil e Argentina"; Projeto CNPq 470751/2013-4 (Edital Universal), intitulado "Capital financeiro e recursos territoriais: novos agentes na agricultura científica e no agronegócio globalizado brasileiro e argentino", ambos coordenados pelo prof. Dr. Samuel Frederico; Projeto Capes Cofecub, "Capital financeiro, expropriação de terras e produção agrícola moderna", coordenado pelo prof. Ricardo Castillo (UNICAMP) e o Projeto "Mudanças no paradigma sucroenergético: o movimento de reestruturação produtiva e as novas territorialidades" (Auxílio CNPq) coordenado pela profa. Dra. Júlia Adão Bernardes (UFRJ). A visita visa também fortalecer a recém-criada Rede de Pesquisas sobre Regiões Agrícolas - REAGRI (www.ige.unicamp.br/geoplan/reagri/), da qual fazem parte os pesquisadores supramencionados, além de outros pesquisadores brasileiros e franceses. Dentre as atividades planejadas estão um trabalho de campo na fronteira agrícola moderna brasileira, a participação em reuniões de pesquisa e ministrar palestras na UNESP (Rio Claro) e UNICAMP e o oferecimento de uma disciplina concentrada no Programa de Pós-Graduação em Geografia da UNESP Rio Claro. O trabalho de campo no estado do Mato Grosso tem como objetivo principal analisar as formas de articulação entre os principais agentes do campo moderno mato-grossense e a dinâmica de expansão da fronteira agrícola, em especial ao longo do eixo da BR-163. Esta região consiste no estado da arte da produção agrícola moderna no Brasil. Na oportunidade, a Pesquisadora Visitante poderá analisar as diferenças e similitudes entre a dinâmica de organização e expansão da fronteira agrícola moderna brasileira e argentina. O convívio diário e as reuniões durante o trabalho de campo serão importantes para a troca de experiências e impressões sobre a realidade investigada, e permitirá aprofundar algumas discussões teóricas na tentativa de operacionalização de alguns conceitos e noções como: agricultura científica e agronegócio globalizado, agricultura empresarial, redes agroindustriais, filiére, cadeia de valor, circuito espacial produtivo, fronteira agrícola e logística agroindustrial. Serão realizadas também três reuniões de pesquisa, duas na UNESP Rio Claro e uma na UNICAMP. A primeira reunião na UNESP Rio Claro (Lab. Geomundi) visa debater as impressões sobre o trabalho de campo no Mato Grosso. A segunda também na UNESP Rio Claro (Lab. Geomundi) tem como objetivo apresentar e discutir os principais aportes teóricos e metodologias de pesquisa desenvolvidas nos projetos. Na terceira reunião, a ser realizada na UNICAMP (Lab. Geoplan), o objetivo principal é tratar de encaminhamentos prático-operacionais para a consolidação da parceria entre a equipe francesa e brasileira: desenvolvimento de novos projetos de pesquisa; propostas de publicações em periódicos e organização de livros; fortalecimento da REAGRI, com a organização de um calendário de eventos e reuniões; planejamento das missões de trabalho brasileiras e francesas previstas no projeto Capes Cofecub; possibilidades de orientação de teses de doutorado em cotutela e participação conjunta em eventos científicos nacionais e internacionais. A Pesquisadora Visitante realizará também uma palestra na UNESP - Rio Claro e outra na UNICAMP, sobre "Globalização e Agricultura Empresarial na Argentina". O contato mais sistemático com os alunos de pós-graduação ocorrerá principalmente pelo oferecimento de uma disciplina concentrada no Programa de Pós-Graduação em Geografia, da UNESP Rio Claro, com duração de dois dias. (AU)