Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e circulação de manuscrito no Brasil Colonial: contribuições para a história da língua portuguesa

Resumo

Este projeto tem como objetivo identificar como se caracteriza o contexto de produção e circulação de manuscritos no século XVIII e verificar o quanto o conhecimento a esse respeito contribui para os estudos sobre a História da Língua Portuguesa, para além dos trabalhos de edição que se têm feito nos últimos anos e assim possibilitar, com maior segurança, o embasamento de hipóteses sobre a escrita desse período. Embora observa-se crescente o número de edições com observado rigor na busca de exatidão e fidelidade, os trabalhos no campo da Filologia e ciências afins, com atitude nitidamente marcada pela preocupação em não se deixar perder nenhum dos traços da fonte primária no ato de transcrição, levando-se em consideração anotações à margem ou nas entrelinhas dos documentos, também devem levar em conta outros fatores, como o contexto de produção dos documentos selecionados para o trabalho, a sua forma de transmissão e circulação, para discernir, por exemplo, entre originais e cópias, isto é, entre autores e copistas, para evitar equívocos sobre a escrita estudada. Por essa razão, neste projeto buscam-se dados que permitam maior segurança na utilização de documentação manuscrita em circulação pública no Brasil colonial, de modo a propiciar conjunto confiável e consistente para descrever a língua portuguesa de acordo com as diversas linhas de descrição que se sucedem. O corpus da pesquisa resume-se à documentação relacionada ao Governador e Capitão General da capitania de São Paulo, Rodrigo César de Menezes, cobrindo o período de 1721 a 1728. (AU)