Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre concentração de resíduos de gases anestésicos com estresse oxidativo e resposta imunológica em residentes médicos ocupacionalmente expostos

Processo: 13/21130-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Mariana Gobbo Braz
Beneficiário:Mariana Gobbo Braz
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Chung-Yen Chen ; Leandro Gobbo Braz
Assunto(s):Anestésicos inalatórios  Toxicidade  Exposição ocupacional  Resposta imune  Citocinas  Médicos  Corpo clínico hospitalar 

Resumo

A grande maioria dos países desenvolvidos possui políticas de prevenção e limites de exposição recomendados aos resíduos de gases anestésicos. Ressalte-se que não existem normas quanto aos valores limite dessa exposição ocupacional em nosso país. Assim, o presente projeto foi delineado com o objetivo de correlacionar as concentrações dos resíduos de gases anestésicos em salas cirúrgicas ainda sem adequado sistema de exaustão e renovação de ar, sendo representativo da maioria dos centros cirúrgicos no Brasil, com os possíveis efeitos tóxicos em residentes médicos ocupacionalmente expostos. O estudo será realizado no Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 40 médicos residentes pareados, sendo 20 sem exposição (controle) e 20 residentes expostos a três anos aos resíduos de gases anestésicos. As concentrações dos resíduos de gases anestésicos isoflurano, sevoflurano, desflurano e óxido nitroso serão detectadas por espectrofotometria no centro cirúrgico. Para avaliação do estresse oxidativo, analisar-se-ão os danos oxidativos no genoma (teste do cometa e cromatografia), a peroxidação lipídica (malonaldeído e 4-hidroxinonenal) e a oxidação em proteínas (proteínas carboniladas), além da capacidade antioxidante total (TAP). A resposta imunológica será avaliada por diversas citocinas inflamatórias e de perfil T helper por citometria de fluxo. Obter-se-ão informações das concentrações de resíduos de gases anestésicos em centro cirúrgico e de seus possíveis efeitos no estresse oxidativo e na resposta imunológica de residentes médicos. Assim, nossos dados contribuiriam para se conhecer essas concentrações em salas cirúrgicas e qual o impacto dessa exposição em profissionais jovens recentemente expostos. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRAZ, MARIANA G.; SOUZA, KATINA M.; LUCIO, LORENA M. C.; DI RENZO, GIULIA C. C.; FELICIANO, LUCIANA M.; MARCONDES, JOAO PAULO C.; OLIVER CHEN, C. -Y.; BRAZ, JOSE REINALDO C.; BRAZ, LEANDRO G. Detrimental effects detected in exfoliated buccal cells from anesthesiology medical residents occupationally exposed to inhalation anesthetics: An observational study. MUTATION RESEARCH-GENETIC TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL MUTAGENESIS, v. 832, p. 61-64, AUG 2018. Citações Web of Science: 1.
LUCIO, LORENA M. C.; BRAZ, MARIANA G.; DO NASCIMENTO JUNIOR, PAULO; BRAZ, JOSE REINALDO C.; BRAZ, LEANDRO G. Occupational hazards, DNA damage, and oxidative stress on exposure to waste anesthetic gases. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 68, n. 1, p. 33-41, JAN-FEB 2018. Citações Web of Science: 6.
LEANDRO GOBBO BRAZ; JOSÉ REINALDO CERQUEIRA BRAZ; GUILHERME APARECIDO SILVA CAVALCANTE; KÁTINA MENEGHETTI SOUZA; LORENA MENDES DE CARVALHO LUCIO; MARIANA GOBBO BRAZ. Comparison of waste anesthetic gases in operating rooms with or without an scavenging system in a Brazilian University Hospital. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 67, n. 5, p. -, Out. 2017.
CHAOUL, MAURICIO MARTINS; BRAZ, JOSE REINALDO C.; LUCIO, LORENA MENDES C.; GOLIM, MARJORIE A.; BRAZ, LEANDRO GOBBO; BRAZ, MARIANA GOBBO. Does occupational exposure to anesthetic gases lead to increase of pro-inflammatory cytokines?. Inflammation Research, v. 64, n. 12, p. 939-942, DEC 2015. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.