Busca avançada
Ano de início
Entree

Atenção à criança em serviços de saúde: caminhos para a integralidade do cuidado

Processo: 13/26711-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Pesquisador responsável:Maria Cândida de Carvalho Furtado
Beneficiário:Maria Cândida de Carvalho Furtado
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Débora Falleiros de Mello
Assunto(s):Assistência integral à saúde  Cuidado da criança  Avaliação em saúde 

Resumo

As políticas públicas de atenção à saúde da criança no Brasil têm se aperfeiçoado com vistas à qualidade na assistência. Apesar de mudanças importantes nos indicadores de saúde infantil, a constante vigilância das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde brasileiro ainda se faz necessária. A atenção à saúde da criança em Ribeirão Preto-SP caminha ao encontro das recomendações das políticas públicas de saúde, contando com esforços dos Programas de Atenção à Saúde da Mulher e de Atenção à Saúde da Criança da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A presente pesquisa objetiva avaliar a assistência à criança no município na perspectiva de profissionais de saúde que atendem as crianças, das mães usuárias dos serviços de saúde, como também analisar a gestão do cuidado a partir de um programa municipal de atenção à criança, tendo como foco os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e a integralidade da atenção à criança. Será realizada uma pesquisa avaliativa com dados coletados mediante entrevistas com profissionais de saúde e mães de crianças atendidas nos serviços de saúde. Para análise da gestão do cuidado, o banco de dados do programa de atenção à criança (SMS), será utilizado na coleta. A relevância está em trazer o olhar dos atores responsáveis pelo cuidado direto da criança (profissionais de saúde e mães), compondo dados que intencionam o fortalecimento do SUS, incorporando e reafirmando seus princípios. Sua contribuição consiste em apresentar métodos de investigação que identifiquem ferramentas para qualificar a assistência. Seus resultados apresentam potencial para identificar subsídios que auxiliem no aprimoramento da assistência à criança não somente no município, podendo também servir como modelo de cuidado da criança para realidades semelhantes a nível regional e/ou nacional. (AU)