Busca avançada
Ano de início
Entree

O hip-hop e as diásporas africanas na modernidade: uma discussão contemporânea sobre cultura e educação

Processo: 13/19567-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de maio de 2014 - 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Monica Guimaraes Teixeira do Amaral
Beneficiário:Monica Guimaraes Teixeira do Amaral
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Multiculturalismo  Hip hop  Cultura afro-brasileira  Afro-descendentes  Política social 

Resumo

A ideia desta coletânea surgiu a partir da realização do Colóquio Internacional Culturas Jovens Afro-Brasil América: encontros e desencontros, organizado por nossa equipe de pesquisa, que tem se debruçado sobre o papel fundamental do hip-hop na educação, concebendo-o não apenas como movimento estético com forte conotação política, mas também como estratégia fundamental de ensino, ou melhor, de formação para a juventude periférica. Nesta coletânea, procuramos manter esse mesmo espírito do Colóquio, além de reunir alguns dos temas abordados em torno dos seguintes eixos centrais, que nortearam a divisão do livro em três partes: a singularidade e a universalidade do hip-hop: potência crítica urbana; cultura afro-popular e as formas de resistência política; oralidade, tradição e educação. A reelaboração de culturas e identidades construídas a partir dos processos desencadeados pelas diásporas do passado e dos novos fluxos populacionais verificados no contexto pós-colonial constitui o núcleo das reflexões colocadas neste livro. Trata-se de uma produção que aborda os desdobramentos, de natureza estética e política, das diásporas africanas em diversas partes do mundo e suas conseqüências para a formação das populações historicamente prejudicadas, em particular dos afro-descendentes, moradores das periferias das metrópoles. Sua contribuição foi trazer uma diversidade de olhares a partir de diferentes campos do conhecimento, envolvendo a filosofia, a sociologia, a antropologia, a etno-musicologia e educação. (AU)