Busca avançada
Ano de início
Entree

A peça de aprendizagem: Heiner Müller e o modelo brechtiano

Processo: 14/02581-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia
Pesquisador responsável:Lucianno Ferreira Gatti
Beneficiário:Lucianno Ferreira Gatti
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Teatro alemão  Teoria crítica  Estética do teatro  Dramaturgos 

Resumo

O livro apresenta o confronto de Heiner Müller com a forma brechtiana da peça de aprendizagem. Tal confronto é retomado por meio de duas estratégias de interpretação: o livro busca explorar tanto a produtividade do confronto para a análise do teatro brechtiano quanto avaliar seu papel na configuração do teatro do próprio Müller. O primeiro capítulo é dedicado À Medida de Brecht como modelo de peça de aprendizagem a ser debatido por Müller. O segundo momento do livro se inicia com a retomada por Müller das discussões entre Benjamin e Brecht sobre a parábola kafkiana. O ensaio "Fatzer ± Keuner", escrito por Müller no final da década de 1970, permite o levantamento de questões para a discussão de seu trabalho: sua versão para o Material Fatzer de Brecht e a reformulação de princípios formais da peça de aprendizagem em Mauser e Quarteto. O último capítulo, por fim, dedicado à Descrição de imagem, pode ser considerado como um epílogo: o texto em prosa, concebido para teatro a despeito da ausência de convenções teatrais, seria a derradeira formulação da peça de aprendizagem. (AU)