Busca avançada
Ano de início
Entree

Famílias de asteroides em ressonâncias seculares

Processo: 14/06762-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astronomia do Sistema Solar
Pesquisador responsável:Valerio Carruba
Beneficiário:Valerio Carruba
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Pesq. associados:Rita de Cássia Domingos ; Safwan Aljbaae
Assunto(s):Astrodinâmica  Asteroides  Mecânica celeste 

Resumo

Mais de meio milhão de asteroides são conhecidos no cinturão principal e, devido às novas descobertas, este número aumenta constantemente. Entre a crescente população de objetos, alguns asteroides despertam interesse de estudo, por razões dinâmicas ou taxonômicas. Alguns asteroides fazem parte de famílias, grupos de objetos próximos nos espaços dos elementos ou frequências próprias, que supostamente tem origem comum no evento de colisão que destruiu o corpo progenitor. Atualmente, mais de cem famílias são conhecidas e algumas delas têm como característica a interação com ressonâncias de movimento médio e/ou secular. Como exemplos podem ser citadas as famílias de Tina, Agnia e Padua. Na família de Tina, os asteroides estão em estado de libração anti-alinhada devido à ressonância secular ${\nu}_6$ (Carruba and Morbidelli 2011). As famílias de Agnia e Padua têm a maior parte dos membros em libração secular devido à ressonância secular não linear $z_1$ (Vokrouhlicky et al. 2006b, Carruba 2009). Tais famílias apresentam configurações orbitais bastante peculiares e a presença de quantidades preservadas das ressonâncias, o que torna possível obter mais informações sobre o campo de velocidade de ejeção original dos objetos. Neste projeto nos propomos de investigar em detalhes as famílias de asteroides que interagem com ressonâncias seculares que ainda não foram investigadas. Entre estas, o trabalho em andamento sobre a família de Euphrosyne, única por sua interação com a ressonância ${\nu}_6$, que parece ter causado uma perda da população de asteroides de tamanho médio e grande,e as famílias de Sylvia (interação com a ressonância $z_1$), e de Erigone (interação com a ressonância $z_2$), são ótimos candidatos para estudar em mais detalhes os processos de difusão de famílias interagindo com ressonâncias seculares. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Possível família do planeta-anão Ceres é identificada 
Estudo explica origem e evolução de menor grupo de asteroides 
Estudo explica caráter atípico de família de asteroides do Sistema Solar 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Júpiter pôs Mercúrio na linha 

Publicações científicas (12)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALJBAAE, S.; CARRUBA, V.; MASIERO, J. R.; DOMINGOS, R. C.; HUAMAN, M. The Maria asteroid family. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 471, n. 4, p. 4830-4836, NOV 2017. Citações Web of Science: 2.
CHANUT, T. G. G.; ALJBAAE, S.; PRADO, A. F. B. A.; CARRUBA, V. Dynamics in the vicinity of (101955) Bennu: solar radiation pressure effects in equatorial orbits. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 470, n. 3, p. 2687-2701, SEP 2017. Citações Web of Science: 2.
ALJBAAE, S.; CARRUBA, V.; MASIERO, J. R.; DOMINGOS, R. C.; HUAMAN, M. The Rafita asteroid family. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 467, n. 1, p. 1016-1023, MAY 2017. Citações Web of Science: 2.
ALJBAAE, S.; CHANUT, T. G. G.; CARRUBA, V.; SOUCHAY, J.; PRADO, A. F. B. A.; AMARANTE, A. The dynamical environment of asteroid 21 Lutetia according to different internal models. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 464, n. 3, p. 3552-3560, JAN 2017. Citações Web of Science: 12.
CARRUBA, V. On the Astrid asteroid family. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 461, n. 2, p. 1605-1613, SEP 11 2016. Citações Web of Science: 7.
CARRUBA, V.; NESVORNY, D.; ALJBAAE, S.; DOMINGOS, R. C.; HUAMAN, M. On the oldest asteroid families in the main belt. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 458, n. 4, p. 3731-3738, JUN 1 2016. Citações Web of Science: 12.
CARRUBA, V.; NESVORNY, D.; MARCHI, S.; ALJBAAE, S. Footprints of a possible Ceres asteroid paleo-family. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 458, n. 1, p. 1117-1126, MAY 1 2016. Citações Web of Science: 13.
BRASIL, P. I. O.; ROIG, F.; NESVORNY, D.; CARRUBA, V.; ALJBAAE, S.; HUAMAN, M. E. Dynamical dispersal of primordial asteroid families. ICARUS, v. 266, p. 142-151, MAR 1 2016. Citações Web of Science: 13.
CARRUBA, V.; ALJBAAE, S.; WINTER, O. C. On the Erigone family and the z(2) secular resonance. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 455, n. 3, p. 2279-2288, JAN 21 2016. Citações Web of Science: 4.
MASIERO, JOSEPH R.; CARRUBA, V.; MAINZER, A.; BAUER, J. M.; NUGENT, C. THE EUPHROSYNE FAMILY'S CONTRIBUTION TO THE LOW ALBEDO NEAR-EARTH ASTEROIDS. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 809, n. 2 AUG 20 2015. Citações Web of Science: 9.
CARRUBA, V.; NESVORNY, D.; ALJBAAE, S.; HUAMAN, M. E. Dynamical evolution of the Cybele asteroids. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 451, n. 1, p. 244-256, JUL 21 2015. Citações Web of Science: 22.
CARRUBA, V.; ALJBAAE, S.; SOUAMI, D. PECULIAR EUPHROSYNE. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 792, n. 1 SEP 1 2014. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.