Busca avançada
Ano de início
Entree

Busca de espécies bacterianas ainda não cultivadas na etiologia da periodontite crônica e agressiva: estudo transversal

Processo: 13/10139-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Marcelo de Faveri
Beneficiário:Marcelo de Faveri
Instituição-sede: Universidade de Guarulhos (UNG). Campus Guarulhos-Centro. Guarulhos , SP, Brasil
Pesq. associados:Luciene Cristina de Figueiredo ; Magda Feres Figueiredo
Assunto(s):Periodontite agressiva  Periodontite crônica  Microbiologia oral  Bactérias gram-negativas  Técnicas de diagnóstico molecular 

Resumo

A microbiota da periodontite é complexa consistindo normalmente de bactérias anaeróbias Gram-negativas, tais como, Porphyromonas gingivalis, Treponema denticola, Prevotella intermedia, Tannerella forsythia e Agregatibacter actinomycetemcomitans. Por muito tempo, a análise da microbiota bucal foi dependente das técnicas convencionais de cultura, entretanto as técnicas de diagnóstico moleculares identificaram cerca de 1200 espécies de bactérias na cavidade bucal, incluindo espécies indígenas e transitórias. De modo geral, 620 espécies são mais predominantes e cerca de 35% destas ainda não foram cultivadas. Assim sendo, novas informações sobre o papel de espécies "incomuns" ou espécies ainda não cultivadas na etiologia da periodontite vêem ganhando a luz do conhecimento com o avanço das técnicas moleculares. Desulfobulbus sp. R004, Deferribacteres sp. D084, Eubacterium sp BB142, Prevotella sp AH125, Megasphaera sp. CS025, TM7 sp. AH040, Selenomonas sp. CS002, Eubacterium sp. BB142, Tannerella sp. BU063 e Porphyromonas sp. BB136 são alguns exemplos de espécies ainda não cultivadas que podem estar envolvidas com a etiologia da periodontite. Porém, faltam informações em relação ao papel das mesmas no processo etiológico das doenças periodontais. Assim sendo, o objetivo do presente estudo será o de avaliar a participação de determinadas espécies de bactérias ainda não cultivadas na etiologia da periodontite. Serão selecionados 30 indivíduos com periodontite crônica (PC), 30 com periodontite agressiva (PA) e 30 com saúde periodontal (SP). Todos os indivíduos serão submetidos a um exame clínico periodontal e a avaliação microbiológica. Amostras de biofilme subgengival serão coletadas de 9 sítios (rasos, moderados e profundos) em cada um dos voluntários e a prevalência, níveis e proporção de 20 espécies bacterianas ainda não cultivadas serão avaliados pela técnica RNA-oligonucleotide quantification (ROQT). Diferenças nos parâmetros clínicos ou microbiológicos entre os grupos serão avaliadas por meio do teste Kruskall-Wallis. Testes de correlação serão realizados entre os níveis, proporções e prevalência das espécies estudadas e os parâmetros clínicos da doença periodontal. A significância estatística será estabelecida em 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMIRO, F. S.; DE LIRA, E. A. G.; SOARES, G. M. S.; RETAMAL-VALDES, B.; FERES, M.; FIGUEIREDO, L. C.; FAVERI, M. Effects of different periodontal treatments in changing the prevalence and levels of Archaea present in the subgingival biofilm of subjects with periodontitis: A secondary analysis from a randomized controlled clinical trial. INTERNATIONAL JOURNAL OF DENTAL HYGIENE, v. 16, n. 4, p. 569-575, NOV 2018. Citações Web of Science: 1.
OLIVEIRA, R. R. D. S.; FERMIANO, D.; FERES, M.; FIGUEIREDO, L. C.; TELES, F. R. F.; SOARES, G. M. S.; FAVERI, M. Levels of Candidate Periodontal Pathogens in Subgingival Biofilm. JOURNAL OF DENTAL RESEARCH, v. 95, n. 6, p. 711-718, JUN 2016. Citações Web of Science: 29.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.