Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de lodo granular aeróbio visando a remoção simultânea de matéria orgânica, nitrogênio e fósforo de esgoto sanitário

Processo: 13/50434-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de novembro de 2015 - 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária
Convênio/Acordo: SABESP
Pesquisador responsável:Roque Passos Piveli
Beneficiário:Roque Passos Piveli
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Empresa: Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos (São Paulo - Estado). Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP)
Bolsa(s) vinculada(s):17/04417-4 - Desenvolvimento de lodo granular aeróbio visando à remoção simultânea de matéria orgânica, nitrogênio e fósforo de esgoto sanitário, BP.PD
16/17202-3 - Fatores intervenientes no desenvolvimento do processo de lodo ativado granular aplicado ao tratamento de esgoto sanitário, BP.IC
Assunto(s):Biologia molecular  Lodo ativado  Aeração  Matéria orgânica  Nitrogênio  Fósforo  Esgotos sanitários 

Resumo

O projeto está relacionado com a produção de lodo granular aeróbio, uma alternativa de tratamento de esgoto descoberta recentemente, bastante promissora e ainda não desenvolvida em nosso país. Neste processo, opera-se um lodo ativado sob o regime de bateladas seqüenciais, disponibilizando intervalo de sedimentação reduzido, o que permite a seleção de grânulos densos, ativos e com boas propriedades de tratamento. No estudo proposto, serão inicialmente estudadas em escala de bancada as condições necessárias para a granulação do lodo. Posteriormente, em reator em escala piloto, será conduzido um experimento em que será variada a quantidade de oxigênio fornecido ao lodo biológico, mantendo-se um ciclo operacional previamente definido. Para cada condição de aeração ou fase experimental, serão feitas coletas de amostras do esgoto bruto, do esgoto tratado e do lodo biológico, com objetivo de identificar as potencialidades do processo na remoção de matéria orgânica, nitrogênio e fósforo do esgoto sanitário. Paralelamente, serão realizados ensaios especiais de diferentes modalidades. Com os recursos de biologia molecular, q-PCR, FISH e DGGE, pretende-se identificar e quantificar os principais grupos de microrganismos de interesse, em especial os nitrificantes e os removedores de fósforo. Por meio de testes respirométricos, pretende-se determinar os principais coeficientes cinéticos relacionados com a remoção de nitrogênio. Pretende-se também realizar estudos hidrodinâmicos no reator, tendo em vista que o regime hidráulico assume importância decisiva no fenômeno de granulação. Aspectos morfológicos dos grânulos serão também determinados. Acredita-se ser possível contribuir para o avanço deste processo de tratamento de esgoto no Brasil, produzindo-se informações técnicas essenciais para a compreensão dos fenômenos envolvidos e, consequentemente, para a sua futura utilização. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-Doutorado em Engenharia Sanitária com Bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.