Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de eficácia da aplicação nasal de sulfadiazina de prata para descolonização de pacientes portadores de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina em ambiente hospitalar

Processo: 14/02637-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Fernando Bellissimo Rodrigues
Beneficiário:Fernando Bellissimo Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Lécio Rodrigues Ferreira
Assunto(s):Epidemiologia  Infecção hospitalar  Staphylococcus aureus resistente à Meticilina  Sulfadiazina de prata 

Resumo

O sistema de saúde é desafiado diariamente por complicações infecciosas relacionadas à assistência, notadamente a assistência hospitalar, que constituem grave problema de saúde pública mundial, aumentando a morbidade e a mortalidade dos pacientes assistidos e elevando os custos hospitalares.A falha no controle de bactérias multirresistentes aos antimicrobianos é uma importante e crescente ameaça para a prestação de assistência médica adequada nos hospitais e na comunidade. Dentre essas bactérias, destaca-se o Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA), endêmico em várias instituições de saúde no mundo, e o principal agente etiológico de infecção associada à assistência à saúde mundialmente.A colonização é um importante fator na patogênese das infecções causadas pelo MRSA, elevando o risco de uma infecção em portadores nasais desta bactéria. Além disso, sabe-se que pacientes colonizados e infectados representam um importante reservatório de MRSA. Atualmente, a redução dos portadores de MRSA por meio da descolonização é uma medida importante para o controle da disseminação desta bactéria. A mupirocina tem sido extensamente utilizada para a descolonização nasal de MRSA, no entanto a resistência deste a este antimicrobiano tem sido cada vez mais relatada, além disso, a formulação de mupirocina disponível no Brasil apresenta baixa tolerabilidade, sendo inadequada para mucosas, provocando frequentemente efeitos adversos locais. Uma vez que a sulfadiazina de prata já demonstrou sua eficácia contra MRSA, in vitro, este estudo propõe avaliar a eficácia da aplicação intranasal de sulfadiazina de prata na descolonização de pacientes hospitalizados e colonizados por MRSA. Serão avaliados cerca de 100 pacientes internados com colonização nasal para MRSA, que serão aleatoriamente sorteados para receber terapia de descolonização nasal com sulfadiazina de prata ou placebo por 5 dias consecutivos.O principal desfecho avaliado será a descolonização nasal por MRSA, que será comparado entre os grupos por meio de emprego do teste do qui-quadrado, usando-se acorreção de Pearson, ou o teste exato de Fisher bicaudal. (AU)