Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da miotoxicidade e neurotoxicidade (com foco na junção neuromuscular) após aplicação da bupivacaína seguida de laser terapia

Processo: 13/26649-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Selma Maria Michelin Matheus
Beneficiário:Selma Maria Michelin Matheus
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Cristiane Neves Alessi Pissulin ; Maeli Dal Pai
Assunto(s):Anestesia local  Bupivacaína  Neurotoxicidade  Terapia a laser 

Resumo

Os anestésicos locais são utilizados na dor pré e pós-operatória e dor crônica. Sendo suas principais limitações a inflamação, a miotoxicidade e a neurotoxicidade. A bupivacaína é considerada, entre os anestésicos locais, o mais miotóxico. Por outro lado, a laser terapia de baixa intensidade (LLLT) tem sido indicada como uma terapia complementar de ação anti-inflamatória após lesão tecidual, pois promove proliferação das células satélites musculares, angiogênese e expressão de fatores de crescimento, atuando na regeneração muscular. O Objetivo deste projeto é investigar os efeitos da LLLT após injeção de bupivacaína. Serão utilizados 36 ratos Wistar machos adultos, que receberão aplicação no antímero direito de bupivacaína 0,5%, e no antímero esquerdo, solução de cloreto de sódio 0,9% ( controle). Após 24 horas, os animais serão divididos em 2 grupos A e B, onde apenas o grupo A receberá 1 aplicação diária de LLLT, em ambos os antímeros, por 5 dias consecutivos. Decorrido esse período os animais serão eutanasiados, a porção superficial dos músculos esternomastóideos e nervo associado serão removidos e analisados através dos seguintes métodos: a) Níveis de inflamação: através de Western Blot do TNFalpha; b) Miotoxicidade: Quantificação da Creatinoquinase (CK) e da Lactato Desidrogenase (LDH), Análise morfológica e ultraestrutural das fibras musculares da porção superficial do músculo esternomastóideo; c) Neurotoxicidade: Análise morfológica, morfométrica, ultraestrutural do nervo esternomastóideo e das junções neuromusculares associadas; Análise da distribuição dos receptores de acetilcolina (nAChRs) por meio de microscopia confocal e Western Blot. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALESSI PISSULIN, CRISTIANE NEVES; HENRIQUE FERNANDES, ANA ANGELICA; SANCHEZ ORELLANA, ALEJANDRO MANUEL; ROSSI E SILVA, RENATA CALCIOLARI; MICHELIN MATHEUS, SELMA MARIA. Low-level laser therapy (LLLT) accelerates the sternomastoid muscle regeneration process after myonecrosis due to bupivacaine. JOURNAL OF PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY B-BIOLOGY, v. 168, p. 30-39, MAR 2017. Citações Web of Science: 8.
ALESSI PISSULIN, CRISTIANE NEVES; TOME DE SOUZA CASTRO, PAULA AIELLO; CODINA, FLAVIO; PINTO, CARINA GUIDI; VECHETTI-JUNIOR, IVAN JOSE; MICHELIN MATHEUS, SELMA MARIA. GaAs laser therapy reestablishes the morphology of the NMJ and nAChRs after injury due to bupivacaine. JOURNAL OF PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY B-BIOLOGY, v. 167, p. 256-263, FEB 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.