Busca avançada
Ano de início
Entree

Reabilitação cardíaca em pacientes portadores de angina refratária

Processo: 14/00345-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2014 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Luciana Diniz Nagem Janot de Matos
Beneficiário:Luciana Diniz Nagem Janot de Matos
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandre da Costa Pereira ; Camila Paixão Jordão ; Carlos Eduardo Negrão ; José Eduardo Krieger ; Luciana Oliveira Cascaes Dourado ; Luís Henrique Wolff Gowdak ; Luiz Antonio Machado Cesar ; Marcelo Luiz Campos Vieira
Bolsa(s) vinculada(s):15/04386-6 - Efeito do programa multidisciplinar de reabilitação na qualidade de vida de pacientes portadores de angina refratária, BP.TT
14/16545-9 - "Efeito do programa multidisciplinar de reabilitação na qualidade de vida de pacientes portadores de angina refratária", BP.TT
Assunto(s):Cardiologia  Isquemia miocárdica  Angina pectoris  Reabilitação cardíaca 

Resumo

Introdução: A angina refratária é uma condição crônica e incapacitante, de difícil manejo. A reabilitação cardiovascular, apesar de ser considerada terapia alternativa, foi previamente pouco estudada nessa população. Objetivos: Avaliação da segurança e exequibilidade da reabilitação cardiovascular em pacientes com angina refratária, assim como o seu efeito através de VO2max e carga isquêmica miocárdica por ecocardiografia de esforço. Objetivos secundários: avaliação de lesão miocárdica de esforço, através de troponina; efeito sob a modulação simpática e inflamatória, fluxo sanguíneo muscular e metabolismo lipídico; efeito sob a função ventricular através da Ecocardiografia de esforço; detecção de episódios isquêmicos e de arritmias identificados durante as sessões de reabilitação através de telemetria; avaliação da qualidade de vida, classe funcional de angina (Canadian Cardiovascular Society), do número de episódios angina e consumo diário de nitrato sublingual. Metodologia: Estudo clínico prospectivo randomizado, controlado, em pacientes entre 45 e 75 anos que estejam em tratamento clínico otimizado e não candidatos a revascularização, com isquemia miocárdica documentada por método de imagem, e sem contraindicações à pratica de exercícios. Os pacientes serão randomizados em 2 grupos: 26 pacientes para o grupo tratamento clínico otimizado (TC) e 26 pacientes para o grupo TC + treinamento físico, durante 12 semanas. As avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem serão realizadas no momento da inclusão e ao final do protocolo. (AU)