Busca avançada
Ano de início
Entree

Biocompatible and biodegradable nanopaticles stem cell engeneering

Processo: 14/50325-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2014 - 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Convênio/Acordo: University of Bath
Pesquisador responsável:Amilton Martins do Santos
Beneficiário:Amilton Martins do Santos
Pesq. responsável no exterior: Ram Sharma
Instituição no exterior: University of Bath, Inglaterra
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/06987-1 - Desenvolvimento de novos sistemas de liberação controlada de princípios ativos, AP.R
Assunto(s):Nanomedicina  Diferenciação celular  Células-tronco mesenquimais  Nanopartículas 

Resumo

Um grande desafio na pesquisa de células-tronco mesenquimais é orientar a diferenciação celular para destinos específicos in vitro. Isto é característico de células que apresentam equilíbrio adequado de sinais bioquímico e mecânico em substratos modificados que imitam a matriz nativa. In vivo, a matriz extracelular é altamente dinâmica e sujeita a remodelação constante que regula e afeta o destino de diferenciação das células-tronco. O projeto em curso entre o laboratório do Professor Ram Sharma, da Universidade de Bath e o laboratório do Professor Amilton M. Santos da EEL-USP busca entender como as nanopartículas poderiam ser usadas para direcionar a diferenciação de células-tronco. Para isso, um sistema de nanopartículas está sendo desenvolvido com ligantes apropriados para a fixação de células, para o cultivo de células-tronco, e para avaliação do destino da diferenciação a partir do tamanho das nanopartículas. Na segunda parte do projeto, métodos baseados em imagem serão desenvolvidos para avaliar a taxa de translocação das nanopartículas. Ao utilizar essas abordagens para caracterizar da influência das nanopartículas sobre a diferenciação, um melhor entendimento sobre a utilidade de sistemas em nanoescala para a engenharia de células-tronco pode ser alcançado. O desenvolvimento destas metodologias será amplamente aplicável ao estudo de outros processos regulados por matriz, incluindo o desenvolvimento e alterações patológicas no fenótipo celular. Assim, esta pesquisa é relevante para a nanomedicina, engenharia de células e engenharia de nano/microinterface. (AU)