Busca avançada
Ano de início
Entree

Genes HLA de classe II (DRB1 e DQB1) como fatores de risco para a toxoplasmose ocular

Processo: 13/25650-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luiz Carlos de Mattos
Beneficiário:Luiz Carlos de Mattos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia  Toxoplasma gondii  Toxoplasmose ocular  Fatores de risco  Antígenos de histocompatibilidade classe II  Antígenos HLA-D 

Resumo

A toxoplamose, uma doença resultante da infecção por Toxoplasma gondii, manifesta-se clinicamente nas formas ocular, cerebral e congênita. Este pararsito apicomplexa é capaz de infectar células nucleadas de todos os tecidos e pode permancer em estado latente ou provocar danos celulares irreversíveis. Os genes HLA de classe I e II controlam as respostas imunes adaptativas humoral e celular e influenciam a suscetibilidade e a resistência às doenças infecciosas e parasitárias. A toxoplasmose ocular, além de ser dependente da infecção por T. gondii, parece ser dependente de fatores genéticos do hospedeiro bem como da variabilidade das cepas infectantes. O objetivo geral deste projeto é testar a hipótese de que os genes HLA de classe II (HLA-DRB1 e HLA-DQB1) estão associados à toxoplasmose ocular. Seus objetivos específicos compreendem: 1. Selecionar dois grupos de pacientes assim constituídos: Grupo 1 (G1) - presença de lesão exsudativa e/ou cicatriz corioretiniana; Grupo 2 (G2) - ausência de lesão exsudativa e/ou cicatriz corioretiana; 2.Verificar a presença de anticorpos anti-T. gondii de classe IgM e IgG no soro destes pacientes, como indicadores de infecção aguda ou crônica; 3.Identificar os alelos HLA de classe II (HLA-DRB1 e HLA-DQB1) em ambos os grupos; 4.Verificar se um ou mais alelos destes genes estão associados à toxoplasmose ocular. Serão analisadas pelo menos 150 amostras de DNA genômico de pacientes independente de etnia, consecutivos, atendidos no Ambulatório de Oftalmologia do Hospital de Base da Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto, que apresentaram diagnóstico clínico de toxoplasmose ocular. Também serão analisadas pelo menos 150 amostras de DNA genômico de pacientes sem diagnóstico de toxoplasmose ocular. O DNA genômico extraído dos leucócitos será utilizado para a identificação dos alelos HLA de classe II com o uso do método PCR-SSO (Luminex). A identificação de anticorpos anti-T. gondii será feita com o uso dos métodos ELISA e ELFA. Uma ficha de dados epidemológicos será preenchida para cada paciente. Ambos os grupos (G1 x G2) serão comparados com o uso dos métodos qui-quadrado e/ou teste exato de Fisher, com nível de significãncia igual a 5%. Também será utilizado o cálculo de ODDS RATIO. As frequencias dos alelos HLA de classe II serão avaliadas para se aferir se os mesmos se encontram de acordo com a distribuição de Hardy-Weinberg, conforme recomendam os protocolos para estudo de associação de fatores genéticos com doenças. Os resultados a serem alcançados com o presente projeto serão benéficos diante da confirmação ou não da hipótese a ser testada. Em ambas as situações, os resultados permitirão conhecer se os genes HLA de classe II constituem fatores imunogenéticos que influenciam o desenvolvimento da toxoplasmose ocular. Portanto, será possível compreender a importância das variações imunogenéticas dos indivíduos e das populações para a orientação de programas de esclarecimento, educação, prevenção e mesmo tratamento da toxoplasmose ocular. (AU)

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMILO, LILIAN MUNIZ; PEREIRA-CHIOCCOLA, VERA LUCIA; GAVA, RICARDO; MEIRA-STREJEVITCH, CRISTINA DA SILVA; VIDAL, JOSE ERNESTO; BRANDAO DE MATTOS, CINARA CASSIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS; JUNQUEIRA FRANCO SPEGIORIN, LIGIA COSENTINO; ANTUNES MURATA, FERNANDO HENRIQUE; FERREIRA, MARINA NEVES; ULISSES BARBOSA, DEUSENIA MACHADO; GONCALVES, FAUSTO DA SILVA; DIAS, CRISTIANE MORAES; CATELAN, MARCIA WAKAI; SIQUEIRA, RUBENS CAMARGO; PREVIATO, MARIANA; BARBOSA, AMANDA PIRES; CAVALLINI, DANILO; GRP, FAMERP TOXOPLASMA RES. Molecular diagnosis of symptomatic toxoplasmosis: a 9-year retrospective and prospective study in a referral laboratory in Sao Paulo, Brazil. Brazilian Journal of Infectious Diseases, v. 21, n. 6, p. 638-647, NOV-DEC 2017. Citações Web of Science: 5.
MAIA, M. M.; MEIRA-STREJEVITCH, C. S.; PEREIRA-CHIOCCOLA, V. L.; DE HIPPOLITO, D. D. C.; SILVA, V. O.; BRANDAO DE MATTOS, C. C.; FREDERICO, F. B.; SIQUEIRA, R. C.; DE MATTOS, L. C.; GRP, FAMERP IAL TOXOPLASMA RES. Evaluation of gene expression levels for cytokines in ocular toxoplasmosis. PARASITE IMMUNOLOGY, v. 39, n. 10 OCT 2017. Citações Web of Science: 5.
MEIRA-STREJEVITCH, CRISTINA SILVA; PEREIRA-CHIOCCOLA, VERA LUCIA; MAIA, MARTA MARQUES; CARNIETTO DE HIPPOLITO, DAISE DAMARIS; WANG, HUI-TZU LIN; MOTOIE, GABRIELA; DE SOUZA GOMES, APARECIDA HELENA; KANAMURA, CRISTINA TAKAMI; MARTINES, ROOSECELIS BRASIL; BRANDAO DE MATTOS, CINARA CASSIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS; GRP, FAMERP TOXOPLASMA RES. Reference genes for studies in infectious parasitic diseases in five types of human tissues. GENE REPORTS, v. 7, p. 98-105, JUN 2017. Citações Web of Science: 3.
AYO, CHRISTIANE MARIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; SIQUEIRA, RUBENS CAMARGO; BRANDAO DE MATTOS, CINARA DE CASSIA; PREVIATO, MARIANA; BARBOSA, AMANDA PIRES; ANTUNES MURATA, FERNANDO HENRIQUE; SILVEIRA-CARVALHO, APARECIDA PERPETUO; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. Ocular toxoplasmosis: susceptibility in respect to the genes encoding the KIR receptors and their HLA class I ligands. SCIENTIFIC REPORTS, v. 6, NOV 9 2016. Citações Web of Science: 4.
AYO, CHRISTIANE MARIA; DA SILVEIRA CAMARGO, ANA VITORIA; FREDERICO, FABIO BATISTA; SIQUEIRA, RUBENS CAMARGO; PREVIATO, MARIANA; ANTUNES MURATA, FERNANDO HENRIQUE; SILVEIRA-CARVALHO, APARECIDA PERPETUO; BARBOSA, AMANDA PIRES; BRANDAO DE MATTOS, CINARA DE CASSIA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. MHC Class I Chain-Related Gene A Polymorphisms and Linkage Disequilibrium with HLA-B and HLA-C Alleles in Ocular Toxoplasmosis. PLoS One, v. 10, n. 12 DEC 16 2015. Citações Web of Science: 3.
AYO, CHRISTIANE MARIA; DE OLIVEIRA, AMANDA PRISCILA; DA SILVEIRA CAMARGO, ANA VITORIA; BRANDAO DE MATTOS, CINARA CASSIA; BESTETTI, REINALDO BULGARELLI; DE MATTOS, LUIZ CARLOS. Association of the Functional MICA-129 Polymorphism With the Severity of Chronic Chagas Heart Disease. Clinical Infectious Diseases, v. 61, n. 8, p. 1310-1313, OCT 15 2015. Citações Web of Science: 10.
AYO, C. M.; DA SILVEIRA CAMARGO, A. V.; XAVIER, D. H.; BATISTA, M. F.; CARNEIRO, O. A.; BRANDAO DE MATTOS, C. C.; RICCI, JR., O.; DE MATTOS, L. C. Frequencies of allele groups HLA-A, HLA-B and HLA-DRB1 in a population from the northwestern region of Sao Paulo State, Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF IMMUNOGENETICS, v. 42, n. 1, p. 19-25, FEB 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.