Busca avançada
Ano de início
Entree

Biocarvão na remediação de solos contaminados por metais pesados

Processo: 14/04454-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Cleide Aparecida de Abreu
Beneficiário:Cleide Aparecida de Abreu
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Aline Renee Coscione ; Leônidas Carrijo Azevedo Melo ; Otávio Antonio de Camargo
Assunto(s):Poluição do solo  Metais pesados  Mineração  Resíduos orgânicos  Ecotoxicologia  Remediação ambiental  Biocarvão 

Resumo

Os metais pesados podem ocorrer no solo de forma natural ou devido a atividades antrópicas, principalmente devido à mineração. Em função da alta toxicidade e permanência na cadeia trófica, é de extrema importância conhecer o comportamento destes elementos em solos contaminados e sua transferência para as plantas, buscando minimizar o risco ecotoxicológico. O objetivo geral do projeto é avaliar o efeito da aplicação de biocarvão na remediação de solos contaminados por metais pesados, seja por atividade de mineração ou pela aplicação de resíduo orgânico. No primeiro experimento serão instaladas colunas de lixiviação contendo solo de área contaminada por mineração, cujos tratamentos serão: solo com pH natural (6,0-7,0); solo com pH natural com aplicação de BC (3% m/m); solo acidificado (pH H 4,0); solo acidificado com aplicação de BC (3% m/m); solo com aplicação de calcário para elevar o pH H 8,0. O lixiviado será analisado quanto aos teores de Cd, Pb e Zn, carbono solúvel em água, condutividade elétrica e pH. Nestes mesmos tratamentos ainda será realizada a extração sequencial destes elementos em solos. Em casa de vegetação será avaliado o efeito do BC na absorção e acúmulo de Cd, Pb e Zn em feijão de porco e mucuna preta, além da produção de massa seca e as alterações provocadas na estrutura e na ultra-estrutura, por meio de microscópio eletrônico de varredura. O BC, produzido a partir da palha de cana de açucar, será aplicado no solo, em triplicata, nas doses de 1%, 3% e 5%, (m/m), além de tratamento controle (sem BC). No The James Institute, Escócia, serão conduzidos ensaios de casa de vegetação e laboratório com diferentes tipos de biocarvão e solos com diferentes fontes de contaminação com metais: natural (solo de origem serpentina), mineração (solo do Brasil, experimento anteriores) e solo que recebeu resíduo (Reino Unido). Serão testados diferentes tipos e doses de biocarvão, incluindo aquele usado nos experimentos anteriores, para avaliar o efeito destes na remediação de solos e na planta. Também será avaliado a influencia do biocarvão na diminuição da ecotoxicidade de metais usando a minhoca como bioindicadora. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Biocarvão melhora fertilidade e ajuda na descontaminação do solo 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PUGA, A. P.; ABREU, C. A.; MELO, L. C. A.; PAZ-FERREIRO, J.; BEESLEY, L. Cadmium, lead, and zinc mobility and plant uptake in a mine soil amended with sugarcane straw biochar. Environmental Science and Pollution Research, v. 22, n. 22, p. 17606-17614, NOV 2015. Citações Web of Science: 48.
PUGA, A. P.; ABREU, C. A.; MELO, L. C. A.; BEESLEY, L. Biochar application to a contaminated soil reduces the availability and plant uptake of zinc, lead and cadmium. Journal of Environmental Management, v. 159, p. 86-93, AUG 15 2015. Citações Web of Science: 97.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.