Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem, expressão e análise da interação da proteína M2-1 de HRSV com Flavonides: busca para alvos no bloqueio da replicação viral

Processo: 13/24355-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Fátima Pereira de Souza
Beneficiário:Fátima Pereira de Souza
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernando Alves de Melo ; Karina Alves de Toledo ; Luis Octávio Regasini ; Marcelo Andrés Fossey
Assunto(s):Virologia  Vírus sincicial respiratório humano  Expressão de proteínas  Clonagem  Biofísica 

Resumo

O Vírus Sincicial Respiratório Humano (hRSV) é o principal agente causador de doenças respiratórias agudas severas (ARI), como pneumonia e bronquiolite. Trata-se de um vírus da família Paramyxoviridae, com simetria helicoidal e envelope lipídico. Possui um genoma de RNA fita simples, não segmentado, com 10 genes codificantes. Um dos fatores que contribuem para o sucesso na replicação viral é a interação da M2-1 com as proteínas P, M e com o RNA. Tal proteína pode agir através da interação com RNA e assim participar efetivamente no processo de replicação viral bem como atuar de forma a auxiliar no silenciamento do complexo ribonucleoprotéico (RNP) do RSV. Deste modo o ligante que realizar interação com a M2-1 é um potencial candidato a prevenir as interações M2-1 com RNA e demais proteínas, impedindo deste modo o sucesso da replicação viral. Para investigar a interação de um potencial candidato a inibição da atividade da M2-1 o objetivo do projeto é clonar, expressar e purificar a proteína M2-1 do hRSV e, em seguida, determinar sua característica físico-química de interação com flavonóides em diferentes condições de temperatura. Para clonagem e expressão do gene M2-1 foram escolhidos o vetor pET28A e a bactéria Escherichia coli da linhagem BL21. A proteína expressa será purificada em cromatografia de afinidade e cromatografia de troca iônica. A estabilidade térmica e interação com flavonóides serão analisadas por espectroscopia. Os resultados do presente estudo propiciarão conhecer a estabilidade da proteína e o sítio de interação de pequenos ligantes, possibilitando obter modelo de interação e propor modelos terapêuticos eficientes. A longo prazo a estrutura da proteína poderá ser determinada, para ensaios mais refinados localizando, assim, o sítio de ligação destes flavonóides. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUIMARAES, GIOVANA C.; PIVA, HEMILY R. M.; ARAUJO, GABRIELA C.; LIMA, CAROLINE S.; REGASINI, LUIS O.; DE MELO, FERNANDO A.; FOSSEY, MARCELO A.; CARUSO, ICARO P.; SOUZA, FATIMA P. Binding investigation between M2-1protein from hRSV and acetylated quercetin derivatives: H-1 NMR, fluorescence spectroscopy, and molecular docking. International Journal of Biological Macromolecules, v. 111, p. 33-38, MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
PANCONATO TEIXEIRA, THIAGO SALEM; CARUSO, ICARO PUTINHON; PEREIRA LOPES, BRUNO RAFAEL; REGASINI, LUIS OCTAVIO; DE TOLEDO, KARINA ALVES; FOSSEY, MARCELO ANDRES; DE SOUZA, FATIMA PEREIRA. Biophysical characterization of the interaction between M2-1 protein of hRSV and quercetin. International Journal of Biological Macromolecules, v. 95, p. 63-71, FEB 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.