Busca avançada
Ano de início
Entree

Modificação do uso da terra e seu possível impacto na conectividade funcional e estrutura populacional da capivara, um importante hospedeiro de doença zoonótica

Resumo

A modificação do uso da terra (e.g. fragmentação do habitat) tem sido apontada como uma das principais causas da perda de conectividade populacional (fluxo genético), redução de áreas de vida das espécies, e portanto da perda de biodiversidade. No entanto, existem diferentes espécies que aproveitam essa modificação do uso da terra, expandindo suas áreas de vida e tamanhos populacionais. Estas expansões populacionais podem levar a problemas econômicos (e.g. danos a cultivos), mas também são associadas com o surgimento e expansão de doenças prejudiciais à saúde humana. Diferentes abordagens têm sido utilizadas para identificar possíveis fontes de pandemias. Porém, devido a que a propagação de doenças é inerentemente um processo espacial incorporado em paisagens complexas, ouso de sistemas de informação geográfica tem sido proposto como uma ferramenta importante para avaliar as possíveis rotas de dispersão da doença. Além do anterior, o uso de ferramentas genéticas em uma perspectiva genética da paisagem, pode elucidar os mecanismos que sustentam os processos ecológicos básicos que impulsionam a dinâmica de doenças infecciosas, além de ajudar a compreender a ligação entre processos populacionais espacialmente dependentes e a distribuição geográfica da variação genética dentro de hospedeiros e parasitas. Dessa maneira, a informação genética de hospedeiros e parasitas juntamente com suas interações ecológicas pode dar indícios que permitemprever padrões do surgimento de doenças, disseminação e seu controle. Neste projeto pretendemos i) avaliar a organização espacial da variação genética em capivara como principal hospedeiro do carrapato-estrela e, portanto, o vetor da febre maculosa (BSF) e, ii) usar a estrutura genética populacional da capivara como um proxy para a parametrização dinâmica ecológica que indiretamente influencia as populações de parasitas (fluxo gênico e vias de movimento através das paisagens heterogêneas). Finalmente, pretende-se identificar as possíveis direções futuras na gestão das populações de capivaras e sua relação com a Mata Atlântica, com o objetivo de evitar a disseminação da BSF. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TORRES-FLOREZ, JUAN PABLO; JOHNSON, WARREN E.; NERY, MARIANA F.; EIZIRIK, EDUARDO; OLIVEIRA-MIRANDA, MARIA A.; GALETTI, JR., PEDRO MANOEL. The coming of age of conservation genetics in Latin America: what has been achieved and what needs to be done. CONSERVATION GENETICS, v. 19, n. 1, p. 1-15, FEB 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.