Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil lipídico da membrana plasmática e alterações morfo-funcionais de espermatozóides de garanhões resistentes e susceptíveis à criopreservação de sêmen

Processo: 13/12838-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Marco Antonio Alvarenga
Beneficiário:Marco Antonio Alvarenga
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Ramires Neto ; Frederico Ozanam Papa
Assunto(s):Andrologia veterinária  Equinos  Congelamento de sêmen animal  Lipídeos  Membrana plasmática  Espermatozoides animal  Criopreservação 

Resumo

A congelação de sêmen equino possibilita armazenar o material genético de garanhões por um tempo ilimitado. Entretanto, o sêmen de alguns garanhões, especialmente da raça Mangalarga Marchador, possui baixa qualidade após a descongelação. Alguns autores descreveram que composição e a proporção dos lipídios que compõem a membrana plasmática dos espermatozoides interferem sobre a resistência da célula espermática a danos decorrentes da criopreservação. Desta forma, este trabalho tem como objetivo analisar o perfil lipídico da membrana plasmática dos espermatozoides de garanhões, verificando a sua relação com a resistência destes espermatozoides à congelação. Além disso, objetiva-se verificar as diferenças morfofuncionais existentes nos espermatozoides de garanhões resistentes e sensíveis a lesões decorrentes da criopreservação. Para isso serão utilizados 80 garanhões, sendo 40 animais (20 Quarto de Milha e 20 Mangalarga Marchador) resistentes e 40 garanhões (20 Quarto de Milha e 20 Mangalarga Marchador) sensíveis a danos espermáticos decorrentes da congelação seminal. O sêmen será colhido através de vagina artificial, sendo a análise de cinética espermática e integridade de membrana plasmática realizada antes e após a congelação. Será realizada análise de cinética computadorizada do sêmen fresco e do sêmen após a descongelação. Após a descongelação serão avaliadas as alterações morfofuncionais dos espermatozoides na morfologia espermática através de microscopia diferencial de fase (DIC) e avaliação da integridade da membrana plasmática e acrossomal, nível de fragmentação de DNA, potencial mitocondrial, peroxidação lipídica, formação de radicais livres, translocação de fosfolipídios da membrana, caspase-ativada e taxa de apoptose através de citometria de fluxo. A análise do perfil lipídico da membrana plasmática espermática será realizada em diferentes momentos durante a congelação de sêmen, através da técnica de espectrometria de massa MALTI-TOF e fluorimetria. (AU)