Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência ao cisalhamento por extrusão de retentores intrarradiculares de fibra de vidro após diferentes técnicas simplificadas de cimentação

Processo: 14/09439-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Luís Roberto Marcondes Martins
Beneficiário:Luís Roberto Marcondes Martins
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristiane Rumi Fujiwara Yanikian ; Daniel Sundfeld Neto
Assunto(s):Dentística  Cimentos dentários  Dentina  Resistência ao cisalhamento  Técnica para retentor intrarradicular 

Resumo

Serão conduzidos estudos in vitro, randomizados e controlados para avaliar a efetividade de técnicas simplificadas de cimentação de retentores intrarradiculares de fibra de vidro. Num primeiro estudo será avaliado a resistência ao cisalhamento por extrusão (push-out) de 8 grupos experimentais, de acordo com a presença ou não do reembasamento do pino com resina composta e da técnica de cimentação: G1: pino + silano + condicionamento ácido + Scothbond Multi-Purpose (SBMP) + cimento resinoso dual RelyX ARC (ARC); G2: pino + silano + cimento resinoso autoadesivo RelyX U200 (U200); G3: pino + Single Bond Universal (SBU) no pino + SBU na dentina + ARC; G4: pino + SBU no pino + condicionamento ácido + SBU na dentina + ARC; G5: pino reembasado + SBMP + ARC; G6: pino reeembasado + U200; G7: pino reembasado + SBU na dentina + ARC e; G8: pino reembasado + condicionamento ácido + SBU na dentina + ARC. No segundo estudo, o teste push-out será aplicado em 6 grupos experimentais, de acordo com o tipo de adesivo dentinário autocondicionante de frasco único e o cimento resinoso dual: G1: ACE All Bond SE (ACE) + cimento controle sem adição de resina de troca aniônica-AER (CC); G2: ACE + cimento experimental-1 com AER na forma OH- (EXP-1); G3: ACE + cimento experimental-2 com AER na forma OH-+F- (EXP-2); G4: Bond Force (BF) + CC; G5: BF + EXP-1; e G6: BF + EXP-2. Os cimentos experimentais serão submetidos a ensaios para avaliação de sorção e solubilidade, resistência à flexão e grau de conversão. Os dados obtidos serão submetidos a análise estatística adequada, de acordo com a normalidade e homogeneidade dos valores. Dados qualitativos descritivos serão obtidos por meio de análise do padrão de falha e imagens de Microscopia Eletrônica de Varredura após nanoinfiltração de prata. (AU)