Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade do fungo Trichoderma spp. da Floresta Amazônica e prospecção de enzimas hidrolíticas e substâncias bioativas

Processo: 13/26659-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Itamar Soares de Melo
Beneficiário:Itamar Soares de Melo
Instituição-sede: Embrapa Meio-Ambiente. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). Jaguariúna , SP, Brasil
Pesq. associados:Ljubica Tasic ; Sonia Claudia Do Nascimento de Queiroz
Assunto(s):Fungos  Biodiversidade  Trichoderma  Lignocelulose  Degradação de biomassa  Etanol 

Resumo

A quebra de lignocelulose por fungos em florestas tropicais é de vital importância para a ciclagem de carbono e o fungo Thrichoderma, um colonizador ubiquo de materiais a base de celulose, tem sido frequentemente isolado em diversos ecosistemas como produtores de enzimas celulolíticas que funcionam sigergicamente na decomposição de biomassa vegetal. Assim, esse fungo contribui significativamente para a decomposição de madeiras e materiais herbáceos. A degração de materiais a base lignocelulose à açucares monoméricos através da ação de enzimas possui uma elevada importancia, pois esses açúcares podem servir como material inicial para produção de etanol de segunda geração. Além disso, algumas espécies de fungos possuem importancia econômica devido seu uso como produtores de antibióticos, compostos anticâncer ou agentes de controle biológico. Apesar de sua importância mundial ao meio ambiente e indústrias, sua biodiversidade, biogeografia e aplicações potenciais desses fungos em ecossistemas nativos continuam sendo tópicos negligenciados. Como a floresta amazônica é conhecida por sua alta diversidade biológica e alto grau de endemismo, ela pode fornecer conhecimentos básicos sobre os processos ecológicos, especialmente relacionados com o ciclo do carbono. Assim, o objetivo desse projeto será desenvolver um inventário completo da diversidade (riqueza e uniformidade) de Trichoderma em vários habitats da floresta Amazônica, e ainda bioprospectar enzimas hidrolíticas, compostos bioativos e a busca de linhagens efetivas para o controle biológico de doenças de plantas. Os isolados serão identificados pela análise do 'BarCode for Trichoderma (TrichOKEY)', similaridade de sequencias (via Trichoblast) e inferências filogenéticas. Testes específicos serão realizados para avaliar a capacidade lignolítica e produtora de biocompostos desses isolados. Com isso, espera-se elevar o conhecimento desse importante gênero fúngico para auxiliar na preservação do patrimônio genético nacional e auxiliar as indústrias sucro-alcoleira (produção de bioetanol) e agrícola (agentes de biocontrole) na obtenção de isolados com potencial para uso comercial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GENUARIO, DIEGO BONALDO; DE SOUZA, WALLACE RAFAEL; ROSIN MONTEIRO, REGINA TERESA; SANT'ANNA, CELIA LEITE; MELO, ITAMAR SOARES. Amazoninema gen. nov., (Synechococcales, Pseudanabaenaceae) a novel cyanobacteria genus from Brazilian Amazonian rivers. INTERNATIONAL JOURNAL OF SYSTEMATIC AND EVOLUTIONARY MICROBIOLOGY, v. 68, n. 7, p. 2249-2257, JUL 2018. Citações Web of Science: 3.
GENUARIO, DIEGO BONALDO; SANT'ANNA, CELIA LEITE; MELO, ITAMAR SOARES. Elucidating the Cronbergia (cyanobacteria) dilemma with the description of Cronbergia amazonensis sp nov isolated from Solimoes river (Amazonia, Brazil). ALGAL RESEARCH-BIOMASS BIOFUELS AND BIOPRODUCTS, v. 29, p. 233-241, JAN 2018. Citações Web of Science: 3.
GENUARIO, DIEGO BONALDO; MARCAL VIEIRA VAZ, MARCELO GOMES; DE VIELO, ITAMAR SOARES. Phylogenetic insights into the diversity of homocytous cyanobacteria from Amazonian rivers. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 116, p. 120-135, NOV 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.