Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação entre as forçantes global e local para a qualidade do ar na região metropolitana de São Paulo

Processo: 14/00621-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 15 de setembro de 2014 - 14 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Maria de Fátima Andrade
Beneficiário:Maria de Fátima Andrade
Pesquisador visitante: Guy Pierre Brasseur
Inst. do pesquisador visitante: Climate Service Center, Alemanha
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58104-8 - Narrowing the uncertainties on aerosol and climate changes in São Paulo State: NUANCES-SPS, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Química atmosférica  Modelos de qualidade do ar  Qualidade do ar 

Resumo

O Departamento de Ciências Atmosféricas conta com vários projetos de pesquisa na área de interação entre clima e química atmosférica, incluindo temáticos com apoio da FAPESP. Alguns desses projetos envolvem estudos em mudanças climáticas, a representação da físico-química atmosférica e a qualidade do ar urbano. Destaca-se o projeto temático NUANCE que tem como um dos objetivos centrais a modelagem da qualidade do ar, através da descrição da formação de oxidantes fotoquímicos e partículas secundárias (Secondary Organic Aerosols, SOA e aerossóis inorgânicos) na atmosfera da Região Metropolitana de São Paulo e outras áreas do Estado de São Paulo, impactadas por diferentes tipos de fontes, incluindo emissões biogênicas. Para o tratamento na modelagem, uma resolução espacial mais detalhada está sendo utilizada na descrição dos processos na Região Metropolitana de São Paulo, e resolução mais grosseira - de acordo com os dados de input de fontes, para outras áreas do Estado de São Paulo. As simulações estão sendo realizadas de forma a aprimorarem-se vários pontos de incerteza: o conhecimento das fontes urbanas, industriais e queimadas; e condições iniciais e de fronteira. No projeto NUANCE colocou-se como objetivo também a avaliação do impacto dos cenários de mudança climática na qualidade do ar na RMSP. Essa parte do projeto começou a ser tratada no projeto de doutoramento da aluna Caroline Mazzoli que finalizou seu trabalho em abril deste ano (Mazzoli, 2013). Sua tese mostrou que as modificações das fontes urbanas têm um impacto maior que as mudanças de condições meteorológicas esperadas em dois cenários globais para os anos de 2020 e 2050. Outros aspectos estudados no projeto temático NUANCE são o impacto na saúde humana e a difusão das informações para outros públicos que não o acadêmico. O IAG sedia o Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas (NapMC/USP) INCLINE (Inter-disciplinary CLimate INvestigation Center), coordenado pelo prof. Tercio Ambrizzi, que integra vários grupos de pesquisa da universidade com o foco nos impactos do clima em diferentes áreas de estudo. Nesta proposta pretende-se trazer o Prof. Guy Brasseur para colaborar na área de interação entre aspectos globais e qualidade do ar em escala regional e local. A sua experiência com a utilização da modelagem na abordagem das mudanças climáticas, seus impactos e adaptação será muito útil no projeto NUANCE e nos outros projetos em desenvolvimento no âmbito do NAP. Será dada ênfase à descrição das condições de fronteira química do modelo de qualidade do ar, isto é, a utilização de saída de modelo global nas fronteiras do modelo regional e aplicação dos resultados em políticas públicas. Um desafio é trabalhar com condições de fronteira de modelos globais. Neste projeto pretende-se implantar as condições de fronteira do MOZART (Brasseur et al., 1998, Kinnison, 2007) no modelo WRF-Chem, que está sendo utilizado como o núcleo de modelagem da atmosfera e da química no âmbito dos projetos do grupo de modelagem de qualidade do ar. Nesse contexto a visita do prof. Guy Brasseur será extremamente valiosa e trará muitos benefícios ao grupo de pesquisa e outros centros no Brasil, envolvidos com a modelagem integrada (modelos de qualidade do ar e de clima). Sua permanência no IAG facilitará a interação com outros grupos de pesquisa através de seminários e de workshops. Cabe destacar sua atuação na comunicação de resultados científicos para a comunidade e tomadores de decisão, o que pode ser verificado no seu notável currículo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.