Busca avançada
Ano de início
Entree

Linhas de cuidado e acesso aos serviços especializados: caminhos e (des)caminhos na construção da integralidade no SUS

Processo: 14/50082-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2014 - 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Marilia Cristina Prado Louvison
Beneficiário:Marilia Cristina Prado Louvison
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Atenção à saúde  Assistência à saúde  Cuidados integrais de saúde 

Resumo

O Sistema Único de Saúde tem como princípios a universalidade, a equidade e a integralidade. No entanto, como em sistemas de saúde de todo o mundo, a integralidade é um importante desafio, considerando a produção de cuidado habitualmente fragmentada e desintegrada, em particular dos cuidados especializados, com tendência a alta incorporação tecnológica, custos elevados e baixos resultados. O sistema ainda não está efetivamente organizado em redes regionalizadas e tem sistemas de regulação muito frágeis. A atenção especializada, em particular a consultas e exames com especialistas, é um dos pontos fracos do sistema, com demanda reprimida e dificuldade de acesso. No entanto, tem-se observado inovações na organização das linhas de cuidado nas redes de atenção, com centralidade na atenção primária, que identificam e aproximam os saberes da atenção especializada, potencializando o cuidado continuado e integrado. O objetivo do presente estudo é analisar a forma de organização da atenção especializada, seus vários dispositivos [e reflexos na integralidade das redes de saúde do SUS e identificar e propor inovações para a construção das linhas de cuidado, em particular das condições crônicas. Propõe-se metodologia quali-quantitativa considerando a complexidade do problema a ser avaliado e a necessidade de conhecer e compreender as principais questões relacionadas. O estudo será realizado em dois campos de práticas que, a princípio, tem conduzido processos de estruturação de redes integradas: a Região de Saúde Sudeste do Município de São Paulo e municípios da região de saúde do Grande ABC Paulista. Será realizado preliminarmente uma análise exploratória com revisão da produção teórica de arranjos da atenção especializada em sistemas integrais de saúde e uma análise... (AU)