Busca avançada
Ano de início
Entree

O envolvimento do complexo adaptador AP-3 na secreção regulada em mastócitos

Processo: 14/11396-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Constance Oliver
Beneficiário:Constance Oliver
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Célia Jamur
Assunto(s):Mastócitos  Sistema imune  Complexo 3 de proteínas adaptadoras  Vesículas secretórias 

Resumo

Os mastócitos são células efetoras multifuncionais do sistema imune e participam das imunidades inata e adquirida, de processos inflamatórios, de reações alérgicas, do reparo tecidual e da angiogênese. Assim como neurônios, melanócitos, células endócrinas, exócrinas e outras células do sistema imune, os mastócitos são células secretoras especializadas com secreção regulada. A via de secreção regulada implica no direcionamento de proteínas para uma via específica, que tem como destino grânulos de secreção, os quais são secretados após estímulos fisiológicos adequados. A participação dos mastócitos nos diferentes processos fisiológicos e patológicos se dá através da secreção regulada de seus mediadores, em particular, de mediadores pré-formados estocados em seus grânulos secretores, que são considerados Lysosome-Related Organeles ou LROs, pois apresentam muitas características semelhantes aos lisossomos. A biogênese de LROs está relacionada com o sistema endolisossomal, onde o direcionamento de proteínas para essas organelas depende de sinais que dirigem a incorporação destas proteínas em vesículas de transporte. Nesse sistema, os complexos adaptadores APs além de conectarem coberturas, como a clatrina, à membrana doadora, selecionam a carga e recrutam proteínas acessórias que regulam o brotamento e transporte vesicular. Em particular, o complexo adaptador AP-3 é reconhecido por ter um papel na formação de LROs como os melanossomos e os grânulos densos plaquetários. Acredita-se que AP-3 atue no tráfego de proteínas das vias endocítica e biosintética para endossomos tardios, lisossomos e/ou LROs. Defeitos genéticos na subunidade b3A de AP-3 causam a síndrome de Hermansky-Pudlak do tipo II (HPS2) em humanos, a qual é caracterizada por albinismo oculocutâneo, sangramento prolongado e deficiência na imunidade inata, que decorrem de anomalias na biogênese ou secreção de grânulos secretores por células especializadas. O presente estudo se propõe a investigar o envolvimento direto e indireto de AP-3 na biogênese dos grânulos secretores em mastócitos. O papel de AP-3 na fusão do grânulo com a membrana plasmática, após o estímulo secretor, também será investigado. O envolvimento de AP-3 na secreção regulada em mastócitos será investigado através do uso de RNA de interferência em células da linhagem de mastócitos de rato RBL-2H3, onde serão avaliados os efeitos resultantes da deficiência de AP-3 no tráfego e secreção de proteínas granulares, bem como, possíveis efeitos indiretos sobre a secreção de mediadores lipídicos e neo-sintetizados. Nossos achados irão contribuir para elucidar o papel de AP-3 na secreção regulada nos mastócitos e poderão esclarecer o envolvimento dos mastócitos nos sintomas observados na HPS2. O conhecimento dos mecanismos moleculares envolvidos na biogênese e exocitose dos grânulos de mastócitos é de suma importância, uma vez que, os mediadores contidos nestes grânulos estão envolvidos em processos inflamatórios e patológicos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARCELINO DA SILVA, ELAINE ZAYAS; FREITAS-FILHO, EDISMAURO GARCIA; DE SOUZA-JUNIOR, DEVANDIR ANTONIO; PINTO DASILVA, LUIS LAMBERTI; JAMUR, MARIA CELIA; OLIVER, CONSTANCE. Adaptor protein-3: A key player in RBL-2H3 mast cell mediator release. PLoS One, v. 12, n. 3 MAR 8 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.