Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Ação anti-diabetogênica antioxidante / antiinflamatórios / antiapoptoticos de componentes do extrato aquoso de Passiflora alata vitexina, Isoorientina, rutina e catequina

Processo: 13/25256-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ricardo de Lima Zollner
Beneficiário:Ricardo de Lima Zollner
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Laura Maria Molina Meletti ; Luis Gustavo Romani Fernandes
Bolsa(s) vinculada(s):15/21611-3 - Ação anti-diabetogênica de componentes antioxidantes/antiinflamatórios do extrato aquoso de Passiflora alata: efeito da vitexina, isoorientina, rutina e catequina sobre a proliferação, ciclo celular, estresse oxidativo e apoptose de linfócitos e ilhotas, BP.TT
14/19591-1 - Avaliação dos efeitos in vivo da administração de extratos aquosos de Passiflora alata em camundongos NOD Shilt/J, BP.TT
Assunto(s):Plantas medicinais  Autoimunidade  Anti-inflamatórios  Diabetes mellitus tipo 1  Linfócitos T  Antioxidantes  Ciclinas  Ciclo celular 

Resumo

A busca de novos medicamentos a partir de plantas medicinais tem motivado a pesquisa de substâncias alternativas com potencial anti-inflamatório com potencial uso no suporte ao tratamento de doenças inflamatórias, como no caso da diabetes do tipo 1. No estudo anterior, (International Immunopharmacology - Título: antioxidante e potencial anti- diabético de folhas de Passiflora alata Curtis aquosas extrair em diabetes mellitus tipo 1 (NOD - ratos, no prelo, a FAPESP: 2011/06559-4), verificamos que a presença de vitexina, isoorientina, catequina e rutina no extrato aquoso de folhas de Passiflora alata Curtis e que este foi capaz de diminuir a incidência da doença modulação dos mecanismos inflamatórios, diminuindo o infiltrado celular, apoptose, estresse oxidativo, infiltração celular, nas ilhotas pancreáticas dos animais tratados. Além disso, a as concentrações de glutationa estavam preservadas (fígado e rim) assim como a de insulina sérica, além de propriedades adicionais, no ciclo celular, diminuindo a expressão de proteínas reguladoras, tais como CDK6, e aumentando os níveis de insulina, sugerindo que os flavonoides encontrados nas folhas de P. alata tem propriedade anti- proliferativa e pode ter contribuído para a diminuição do infiltrado de células inflamatórias (submetido). Assim, este estudo tem como objetivo avaliar o efeitos anti-inflamatórios e os mecanismos pelos quais o extrato aquoso e componentes vitexina, isorientin, catequina e rutina in vitro exercem sobre o mecanismo inflamatório como, citocinas, proliferação celular, estresse oxidativo e apoptose em ilhotas pancreáticas submetidas à cultura celular mista com linfócitos T, além de investir no desenvolvimento de novas drogas anti-inflamatórias que possam contribuir no controle do desenvolvimento de diabetes tipo 1. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FIGUEIREDO, D.; COLOMEU, TALITA CRISTINA; GONZALEZ SCHUMACHER, NAYARA SIMON; STIVANIN-SILVA, L. G.; BETIM CAZARIN, CINTHIA BAU; MOLINA MELETTI, LAURA MARIA; ROMANI FERNANDES, LUIS GUSTAVO; PRADO, MARCELO ALEXANDRE; ZOLLNER, R. L. Aqueous leaf extract of Passiflora alata Curtis promotes antioxidant and anti-inflammatory effects and consequently preservation of NOD mice beta cells (non-obese diabetic). International Immunopharmacology, v. 35, p. 127-136, JUN 2016. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.