Busca avançada
Ano de início
Entree

IX Congresso Internacional de Teoria Crítica: gênese, desdobramentos, apropriações

Processo: 14/06409-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 05 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Bruno Pucci
Beneficiário:Bruno Pucci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas. Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Instituto Educacional Piracicabano. Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia da educação  Teoria crítica 

Resumo

Ao realizar seu 9º Evento Científico, pela sexta vez de cunho internacional, o Grupo de Estudos e Pesquisa Teoria Crítica e Educação pretende promover e estimular o debate e aprofundar reflexões sobre a origem da Teoria Crítica da Sociedade no contexto da cultura humanista alemã em tensão com a desenvolvida civilização tecnológica estadunidense; sobre seus desdobramentos teóricos em direção às culturas latinas, particularmente a brasileira e a latino-americana; sobre a forma como suas categorias e conceitos fundamentais foram apropriados e reelaborados por outras realidades linguísticas diferentes. Nessa perspectiva, algumas questões merecem ser consideradas e reconsideradas, tais como: Trata-se apenas da internacionalização da Teoria Crítica da Sociedade, de sua disseminação para outras paragens da civilização ocidental ou esta corrente epistemológica ganhou força e vida no contato e no contraste com problemas novos que as novas realidades socioculturais suscitaram? O que ocorre quando a Teoria Crítica da Sociedade é praticada mais fora do que dentro de sua terra de origem? Qual o impacto sofrido pelas categorias e conceitos dos pensadores da primeira geração da Teoria Crítica no contato com outras tradições culturais e linguísticas? Como se configura a Teoria Crítica da Sociedade em terras brasileiras e latino-americanas; como foi apropriada ou re-apropriada no Brasil e nos países latino-americanos. Essas questões serão abordadas pelas conferências e mesas redondas, bem como pelas Comunicações Científicas e pelos Pôsteres. (AU)