Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de nanopartículas lipídicas seguras e eficazes, contendo filtro solar químico acrescido de óleos vegetais biossustenstáveis da flora brasileira

Processo: 14/16637-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Vânia Rodrigues Leite e Silva
Beneficiário:Vânia Rodrigues Leite e Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Pesq. associados:Newton Andréo Filho ; Telma Mary Kaneko
Assunto(s):Cosmetologia  Protetores solares  Óleos vegetais  Nanotecnologia  Substâncias bioativas  Metoxicinamato de octila 

Resumo

O câncer de pele e o fotoenvelhecimento são reconhecidos pelas organizações e agências governamentais como os principais males decorrentes da exposição ao sol e, por esse motivo, estes órgãos vêm estimulando o uso de filtros solares como medida de redução dos riscos. O metoxicinamato de octila (OMC) é um dos filtros químicos mais encontrados nas formulações cosméticas, mas, apesar dos seus efeitos benéficos, há relatos de irritações, alergias e dermatites de contato decorrentes da fotoativação que sua molécula sofre com a luz solar. Diante destes problemas, vários estudos focam o desenvolvimento de métodos mais eficazes para se proceder à administração tópica de OMC, notadamente no que atine à sua redução e absorção sistêmica, com a consequente neutralização dos efeitos colaterais. Já se sabe que, com a nanoencapsulação do OMC, sua degradação é reduzida e sua meia vida é aumentada, diminuindo, consequentemente, a frequência de sua aplicação, sendo esta mais uma alternativa para diminuir a irritação dérmica primária. Outro fator que poderá contribuir para a diminuição dos efeitos colaterais na ação tópica do OMC é a sua associação com óleos vegetais. A mistura de Óleo de Germe de Trigo (Triticum sativum Lank), com efeito antioxidante, e o extrato oleoso de urucum (Bixa orellana L.), que protege a pele contra os raios ultravioleta da luz solar, é sugerida para o trabalho. Assim, propõe-se, neste projeto, a realização de estudos para o desenvolvimento de carreadores coloidais sólidos de base lipídica, associadas a óleos vegetais que poderão abrir nova fronteira para a veiculação de agentes bioativos de maneira sustentável. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDREO-FILHO, NEWTON; KOSISKI BIM, ANTONIO VINICIUS; KANEKO, TELMA MARY; KITICE, NIDIA AYUMI; HARIDASS, ISHA N.; ABD, EMAN; LOPES, PATRICIA SANTOS; THAKUR, SACHIN S.; PAREKH, HARENDRA S.; ROBERTS, MICHAEL S.; GRICE, JEFFREY E.; BENSON, HEATHER A. E.; LEITE-SILVA, VANIA RODRIGUES. Development and Evaluation of Lipid Nanoparticles Containing Natural Botanical Oil for Sun Protection: Characterization and in vitro and in vivo Human Skin Permeation and Toxicity. SKIN PHARMACOLOGY AND PHYSIOLOGY, v. 31, n. 1, p. 1-9, 2018. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.