Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta imune ao Mycobacterium tuberculosis em crianças e adolescentes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana

Processo: 13/26862-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marcos Tadeu Nolasco da Silva
Beneficiário:Marcos Tadeu Nolasco da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernando Guimarães
Bolsa(s) vinculada(s):15/21748-9 - Resposta Imune ao Mycobacterium tuberculosis em Crianças e Adolescentes Infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, BP.TT
14/24756-0 - Resposta Imune ao Mycobacterium tuberculosis em Crianças e Adolescentes Infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, BP.TT
Assunto(s):Imunologia clínica  HIV  Mycobacterium tuberculosis  Proliferação celular  Citocinas  Resposta imune  Crianças  Adolescentes 

Resumo

A importância epidemiológica da infecção pelo Mycobacterium tuberculosis se acentuou nas últimas décadas devido à grande circulação do bacilo na população mundial. Ao entrar em contato com o bacilo, crianças e adolescentes infectados pelo HIV apresentam maior risco de desenvolver a doença, quando comparados a indivíduos saudáveis. Após a exposição, estes pacientes podem desenvolver doença ativa ou infecção latente que, posteriormente, pode ser reativada em tuberculose. Com o objetivo de caracterizar a resposta imune celular ao M. tuberculosis em crianças infectadas pelo HIV, este estudo propõe avaliar a resposta proliferativa de subpopulações linfocitárias e a produção de citocinas dos eixos Th-1, Th-2 e Th-17. Serão incluídos 23 crianças e adolescentes infectados pelo HIV, entre 10 e 22 anos, acompanhados no Ambulatório de Imunodeficiência Secundária do Hospital de Clínicas. O grupo controle será composto por 23 estudantes da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, entre 18-25 anos, seguidos pelo Centro de saúde da Comunidade (CECOM), encaminhados para realização de exames de rotina antes de sua inserção no ambiente hospitalar. A proliferação linfocitária de T CD4+, T CD8+, T gama-delta e a produção de citocinas serão avaliadas em cultura de células mononucleares de sangue periférico estimuladas com lisados de M. tuberculosis e M. bovis,e antígeno específico de M. tuberculosis ESAT-6. Serão avaliados possíveis associações entre proliferação celular e a produção de citocinas, teste tuberculínico e variáveis ligadas à evolução clínica, imunológica e virológica dos pacientes infectados, bem como a diferença de resposta imune entre casos e controles expostos aos antígenos micobacterianos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.