Busca avançada
Ano de início
Entree

Plano Diretor de ciência, tecnologia e inovação do estado de São Paulo

Processo: 14/18873-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Renato Hyuda de Luna Pedrosa
Beneficiário:Renato Hyuda de Luna Pedrosa
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Hernan Chaimovich Guralnik ; Sérgio Robles Reis de Queiroz
Assunto(s):Políticas públicas  Planos diretores  Ciência  Tecnologia  Inovação  São Paulo 

Resumo

São Paulo possui uma grande estrutura institucional e uma ampla gama de programas de fomento dedicados à ciência, tecnologia e inovação, que tornam o Estado o principal centro inovador do País. Não obstante, há muitos entraves que precisam ser removidos visando tornar esse sistema mais eficiente e efetivo. Com esse objetivo, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, tecnologia e Inovação (SDECTI/SP) propôs a elaboração de um plano estratégico, a ser denominado "Plano Diretor de Ciência Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo" (PDCTI), para estabelecer um roteiro para a definição de políticas públicas para o setor, no Estado, para as próximas duas décadas.O Plano Diretor deverá propor ações de vários tipos, a fim de instituir uma abrangente política voltada à expansão e intensificação da pesquisa científica, do desenvolvimento tecnológico e do processo de inovação, que possibilitem a projeção crescente do Estado de São Paulo nos cenários doméstico e internacional, nos próximos 20 anos. Visa a propiciar um ambiente apropriado para tais atividades, através da implantação de programas de curto, médio e longo prazos, que contemplem ações, critérios de avaliação de resultados, cronogramas físicos e financeiros, e orçamentos detalhados específicos. Para a elaboração do Plano Diretor, a Secretaria propôs uma série de ações preliminares envolvendo, entre outras, a coleta de dados e informações sobre o sistema atual de CT&I do estado. O objetivo seria conhecer a fundo as ações públicas e privadas vigentes, os aportes realizados, e, principalmente, identificar os entraves que limitam o progresso nessas atividades. Também é necessário identificar os temas focais, de interesse estratégico para o desenvolvimento de CT&I no estado. Finalmente, realizar o levantamento sobre programas similares internacionais que possam ajudar a preparar o Plano.O projeto relativo à presente proposta propõe a elaboração de documentos contendo subsídios para o futuro desenvolvimento do Plano Diretor em CT&I para São Paulo, correspondentes aos Temas I e II do termo de Referência proposto pela Secretaria (ver texto do projeto e Anexo 2). Com esse fim, a proposta identifica seis temas organizadores, como se segue: 1.- O sistema de CTI em São Paulo, incluindo instituições, agências de fomento e fundos;2.- Formação de recursos humanos: ensino médio regular e técnico, graduação e pós-graduação;3.- Pesquisa e inovação nas empresas;4.- Pesquisa e inovação nos institutos de pesquisa;5.- Pesquisa acadêmica e inovação em universidades e outras IES.6.- Temas focais.Os temas serão desenvolvidos por grupos de trabalho (GTs) compostos por especialistas, membros da comunidade acadêmica, dos institutos de pesquisa e do setor privado, que relatarão seu trabalho em relatórios, a partir de informações disponíveis nos sistemas administrativos e bases de dados nacionais e internacionais. Esses relatórios serão utilizados pela coordenação do projeto para elaborar o relatório final, incluindo recomendações preliminares para o desenvolvimento do Plano Diretor, que será encaminhado ao Conselho de CT&I do estado (CONCITE). (AU)