Busca avançada
Ano de início
Entree

Revelando as fontes e a catálise do óxido nitroso (N2O) para a agricultura sustentável

Processo: 13/50940-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Convênio/Acordo: BE-BASIC Consortium
Pesquisador responsável:Janaina Braga Do Carmo
Beneficiário:Janaina Braga Do Carmo
Pesq. responsável no exterior: Eiko Eurya Kuramae
Instituição no exterior: Royal Netherlands Academy of Arts and Sciences, Holanda
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional  Cobre  Gases do efeito estufa  Vinhaça  Desnitrificação 

Resumo

Uma das principais preocupações da produção de biomassa para bioenergia é o potencial "feedback" positivo da produção agrícola às mudanças globais, particularmente na forma de emissões de gases de efeito estufa (CH4, CO2, N2O - GEE). O óxido nitroso (N2O) é um importante subproduto da intensificação agrícola, principalmente devido à aplicação e transformação de nitrogênio inorgânico (N) fertilizantes. Em nossos estudos anteriores e em curso com a cultura da cana, temos observado que não só fertilizantes de nitrogênio no solo aumenta as emissões de N2O, mas também a combinação de N e de vinhaça (subproduto do etanol). Microrganismos do solo são fundamentais para essas transformações e, assim, regular a perda ou retenção de N inorgânico, incluindo N2O. Emissões de N2O biológicos são controlados principalmente por dois processos microbianos: nitrificação e desnitrificação. No entanto, temos a compreensão de como esses processos são regulados em sistemas complexos, tais como solos sob cultivos para bioenergia limitado. Trabalhos anteriores muitas vezes focados em espécies microbianas individuais que contribuem para cada processo e em parâmetros de escala do ecossistema, tais como conteúdo de matéria orgânica, textura do solo, pH, estado N do solo e precipitação. O que falta é uma abordagem que combina escala fina de detalhes mecanicistas sobre a fisiologia dos grupos funcionais da comunidade ciclismo N microbiano e sua interação com o meio ambiente e entre si. Nosso objetivo é combinar tecnologias avançadas ECONÓMICAS (meta- genômica, transcriptômica - and- proteômica) para determinar os principais intervenientes no ciclo biogeoquímico de N, com um foco especifico sobre os organismos envolvidos na desnitrificação em um modelo de sistema de produção de biomassa da cana sustentável. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CIPRIANO, MATHEUS A. P.; SULEIMAN, AFNAN K. A.; DA SILVEIRA, ADRIANA P. D.; DO CARMO, JANAINA B.; KURAMAE, EIKO E. Bacterial community composition and diversity of two different forms of an organic residue of bioenergy crop. PeerJ, v. 7, APR 18 2019. Citações Web of Science: 0.
PITOMBO, LEONARDO M.; RAMOS, JULIANA C.; QUEVEDO, HELIO D.; DO CARMO, KARINA P.; PAIVA, JANE M. P.; PEREIRA, ELISABETE A.; DO CARMO, JANAINA B. Methodology for soil respirometric assays: Step by step and guidelines to measure fluxes of trace gases using microcosms. METHODSX, v. 5, p. 656-668, 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.