Busca avançada
Ano de início
Entree

XI Congreso latinoamericano de Botánica/LXV Congresso Nacional de Botânica

Processo: 14/13799-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 18 de outubro de 2014 - 24 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Maria Margarida da Rocha Fiuza de Melo
Beneficiário:Maria Margarida da Rocha Fiuza de Melo
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Difusão  Interação  Conhecimento 

Resumo

O XI Congreso Latinoamericano de Botánica e o LXV Congresso Nacional de Botânica terão como tema central "Botânica na América Latina: conhecimento, interação e difusão". O programa incluirá quatro palestras magistrais, apresentadas por pesquisadores de quatro países diferentes, dos quais um do Brasil - Dr. José Rubens Pirani, da Universidade de São Paulo - 24 Simpósios e 13 Mesas Redondas, com um total de mais de 200 palestrantes, dentre os quais cerca de 40% estrangeiros. Também, haverá a apresentação dos melhores trabalhos de Iniciação Científica (Prêmio Verde) e das melhores Dissertações/Teses defendidas desde 2012; além de mais de 1.500 painéis, com os trabalhos individuais e de grupos. Os tópicos que constituem a Programação Geral do evento, envolvem a apresentação e divulgação dos novos avanços científicos e tecnológicos em todas as áreas da Botânica; especialmente os temas ligados à biodiversidade da América Latina, desde o seu conhecimento e conservação até a ecologia, filogenia, evolução, anatomia, palinologia e bioprospecção. Será uma oportunidade única para o encontro entre os cientistas brasileiros e seus pares latino-americanos e de outras partes do mundo, assim como o treinamento de nossos estudantes através dos variados cursos oferecidos. Será enfatizado o papel dos botânicos latino-americanos com seus países megadiversos, frente aos novos desafios, especialmente a conclusão da Flora Mundial online compromisso para 2020, assumido pelos países signatários da Convenção da Diversidade Biológica, inclusive o Brasil. Nesse contexto será analisada a importância e a necessidade de formação de botânicos nas várias especialidades e diferentes níveis (professores, pesquisadores e técnicos), considerando as realidades científicas, sociais e econômicas dos diferentes países latino-americanos e a elaboração e proposição de políticas públicas. (AU)