Busca avançada
Ano de início
Entree

Transformações do N no solo e resposta da cana-de-açúcar à adubação nitrogenada em função da rotação com Crotalaria e remoção de palha

Processo: 14/05591-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Rafael Otto
Beneficiário:Rafael Otto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Henrique Coutinho Junqueira Franco ; João Luís Nunes Carvalho ; Oriel Tiago Kolln ; Paulo Cesar Ocheuze Trivelin ; Paulo Sergio Pavinato
Bolsa(s) vinculada(s):16/00396-0 - Análise de N mineral em solos cultivados com cana-de-açúcar, BP.TT
15/09213-2 - Análise de n mineral em solos cultivados com cana-de-açúcar, BP.TT
Assunto(s):Fertilidade do solo  Fertilizantes nitrogenados  Isótopos de nitrogênio  Adubação  Biocombustíveis  Cana-de-açúcar 

Resumo

A sustentabilidade da produção de biocombustíveis a partir da cana-de-açúcar depende do uso eficiente dos fertilizantes nitrogenados. O desafio é aumentar a produtividade da cana-de-açúcar com menor aporte de fertilizantes sintéticos, aumentando a eficiência de uso do N (EUN). Uma possibilidade é a adoção de sistemas de rotação com leguminosas como a crotalária, porém o custo da técnica é um fator limitante, que pode ser compensado pelo aumento na produtividade e redução da adubação nitrogenada de plantio. Pesquisas indicam potencial em reduzir também a adubação nitrogenada de soqueira, porém estudos em condições brasileiras são escassos. O objetivo será avaliar o impacto da rotação com crotalária na redução da adubação nitrogenada de soqueira. Serão instalados quatro (4) experimentos em soqueiras que receberam manejos distintos na implantação do canavial: (i) com rotação e (ii) sem rotação com crotalária. Após a colheita da cana-planta, serão instalados os tratamentos referentes a doses de N na soqueira: 50, 100, 150 kg ha-1 de N, além de um controle (sem N) e outros dois tratamentos com remoção de 50 e 100% da palha (na dose 100 kg ha-1 N - permitindo avaliar o efeito da remoção de palha na produtividade do canavial e na EUN). Em um experimento, serão instaladas microparcelas com 15N para avaliar a EUN e a recuperação no solo. Os experimentos serão instalados em 2014 e avaliações das transformações do N no solo, produtividade, atributos tecnológicos, absorção e recuperação de N serão realizadas nas duas safras subsequentes (2015 e 2016). O objetivo final será avaliar o potencial da rotação com crotalária em diminuir a demanda de fertilizantes nitrogenados sintéticos para produção de biocombustíveis a partir da cana-de-açúcar. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TENELLI, SARAH; OTTO, RAFAEL; QUASSI DE CASTRO, SAULO AUGUSTO; BOHORQUEZ SANCHEZ, CAMILO ERNESTO; SCHMIEDT SATTOLO, THALES MEINL; KAMOGAWA, MARCOS YASSUO; PAGLIARI, PAULO HUMBERTO; NUNES CARVALHO, JOAO LUIS. Legume nitrogen credits for sugarcane production: implications for soil N availability and ratoon yield. NUTRIENT CYCLING IN AGROECOSYSTEMS, v. 113, n. 3, p. 307-322, APR 2019. Citações Web of Science: 0.
CANTARELLA, HEITOR; OTTO, RAFAEL; SOARES, JOHNNY RODRIGUES; DE BRITO SILVA, AIJANIO GOMES. Agronomic efficiency of NBPT as a urease inhibitor: A review. JOURNAL OF ADVANCED RESEARCH, v. 13, n. SI, p. 19-27, SEP 2018. Citações Web of Science: 7.
OTTO, R.; CASTRO, S. A. Q.; MARIANO, E.; CASTRO, S. G. Q.; FRANCO, H. C. J.; TRIVELIN, P. C. O. Nitrogen Use Efficiency for Sugarcane-Biofuel Production: What Is Next?. BioEnergy Research, v. 9, n. 4, p. 1272-1289, DEC 2016. Citações Web of Science: 22.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.