Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da grelina sobre o eixo GH/IGF-1 em ratos submetidos à endotoxemia

Processo: 14/13586-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Evelin Capellari Cárnio
Beneficiário:Evelin Capellari Cárnio
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroendocrinologia  Endotoxemia  Hormônio do crescimento  Fator de crescimento insulin-like I  Sepse 

Resumo

Durante a endotoxemia, observa-se alteração no eixo hormônio do crescimento (GH)/fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1), de forma que ocorre aumento na concentração sanguínea de GH e diminuição de IGF-1. Um dos mecanismos propostos para a ocorrência desta relação paradoxal é a resistência hepática ao GH. Em estudos de endotoxemia, observaram-se diminuições dos receptores de GH em tecido hepático, assim como dessensibilização destes receptores. A resistência hepática ao GH tem sido relacionada às altas concentrações de citocinas pró-inflamatórias, como o fator de necrose tumoral alfa (TNF-±) e interleucina 1beta (IL-1²). As altas concentrações de GH sanguíneo durante a endotoxemia é relacionada a aumento na mortalidade, e a restauração deste eixo mostra-se potencialmente benéfica durante a endotoxemia. Diversos estudos apontam a capacidade da grelina de reduzir citocinas pró-inflamatórias durante a sepse. Trata-se de um hormônio peptídico produzido principalmente pelo estômago. Sua administração durante modelos de endotoxemia foi capaz de atenuar a hipotensão e febre características do modelo, que somados à sua propriedade antiinflamatória, foi capaz de aumentar a sobrevida dos animais. A hipótese deste projeto é de a grelina seja capaz de favorecer a restauração do eixo GH/IGF-1 por diminuir citocinas pró-inflamatórias, restaurando a sensibilidade hepática ao GH, favorecendo o aumento circulante de IGF-1. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DANTONIO, VALTER; BATALHAO, MARCELO E.; FERNANDES, MARCIA H. M. R.; KOMEGAE, EVILIN N.; BUQUI, GABRIELA A.; LOPES, NORBERTO P.; GARGAGLIONI, LUCIANE H.; CARNIO, EVELIN C.; STEINER, ALEXANDRE A.; BICEGO, KENIA C. Nitric oxide and fever: immune-to-brain signaling vs. thermogenesis in chicks. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-REGULATORY INTEGRATIVE AND COMPARATIVE PHYSIOLOGY, v. 310, n. 10, p. R896-R905, MAY 15 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.