Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da densidade de transportadores pré-sinápticos de dopamina em humanos: desenvolvimento e avaliação de protocolos de quantificação baseados em tecnologia híbrida de SPECT-CT utilizando 99mTc-TRODAT-1

Processo: 13/25987-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:Lauro Wichert Ana
Beneficiário:Lauro Wichert Ana
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):15/50089-3 - Correlation with different clinical stages in patients with Parkinson's disease and neuropathic pain: validation of the Rotterdam Elderly Pain Observation Scale (REPOS), AP.R
Assunto(s):Tomografia computadorizada por emissão de fóton único  Doença de Parkinson  Receptores pré-sinápticos  Dopamina 

Resumo

A Doença de Parkinson (DP) é uma doença degenerativa progressiva do Sistema Nervoso Central. Estudos recentes evidenciam que a doença não envolve somente substância nigra compacta (SNc), mas também outras regiões cerebrais. O SPECT cerebral com [99mTc]-TRODAT-1 e o SPECT com [99mTc]-ECD permitem, respectivamente, estudar a perda de terminações dos neurônios dopaminérgicos no corpo estriado e as alterações perfusionais nas demais regiões do encéfalo de pacientes com DP. O presente projeto intenciona: (a) Comparar pacientes com DP inicial e avançada com voluntários saudáveis, investigando as alterações perfusionais ([99mTc]-ECD) e a densidade de TDA no corpo estridado ([99mTc]-TRODAT-1) e correlacionar estes achados com as variantes fenotípicas encontradas na DP; (b) Em direção paralela, realizaremos pesquisas tecnológicas para avaliar a aquisição e processamento de SPECT com 99mTc-TRODAT-1, intencionando definir um protocolo de fácil uso pela maioria dos centros de medicina nuclear, com boa reprodutibilidade intra e intersujeito e com acurácia validada através de ferramentas físicas e clínicas. OBJETIVOS: (a) Correlacionar as imagens de SPECT [99mTc]-TRODAT-1 e de SPECT [99mTc]-ECD em Voluntários Saudáveis e em pacientes com DP, procurando-se estabelecer um limiar quantitativo entre a normalidade e a doença; (b) Correlacionar fenótipos clínicos da DP inicial ou avançada com os SPECTs com [99mTc]-ECD e [99mTc]-TRODAT-1; (c) Determinar a Sensibilidade, Especificidade, VPP, VPN e Acurácia dos Softwares de Quantificação, baseados nas imagens do Fantoma de Hoffman (validação física) e no SPECT com [99mTc]-TRODAT-1 (validação clínica); (d) Comparar os métodos uniforme (Chang) e não-uniforme (CT) de correção de atenuação de fótons sobre as imagens de SPECT-CT com [99mTc]-TRODAT-1; (e) Comparar os métodos OSEM e FBP de reconstrução de imagens tomográficas e o seu efeito sobre as imagens de SPECT-CT com [99mTc]-TRODAT-1; (f) Avaliar a reprodutibilidade inter e intra-sujeito na quantificação de lesões presentes no corpo estriado através de imagens de SPECT cerebral utilizando o Simulador (Fantoma) de Hoffman. MÉTODOS: Serão incluídos 20 voluntários saudáveis pareados a 20 pacientes com DP inicial e 20 com doença avançada. Todos serão submetidos ao SPECT-CT com [99mTc]-TRODAT-1 para avaliar os transportadores dopaminérgicos e ao SPECT com [99mTc]-ECD para avaliar o Fluxo Sanguíneo Cerebral regional (FSCr) em repouso. O corpo estriado será segmentado e quantificado nas imagens de [99mTc]-TRODAT-1, comparado-se este dado com uma região de referência (Lobo occipital ou Cerebelo) e comparando-se ao FSCr. Serão utilizados diferentes técnicas e softwares para quantificação, segmentação e processamento das imagens, incluindo a comparação entre EBW/Philips vs. OSIRIXTM vs. ANALYZETM. RESULTADOS ESPERADOS: (1) Delineamento de um protocolo de aquisição de SPECT-CT com [99mTc]-TRODAT-1; (2) Definição das melhores ferramentas computacionais para a quantificação de transportadores dopaminérgicos ao SPECT-CT com [99mTc]-TRODAT-1; (3) 1 orientação de doutorado concluída ou já qualificada; (4) 2 orientações de mestrado já concluídas; (5) 1 orientação de iniciação científica já concluída; (6) Mínimo de 4 artigos submetidos ou publicados em periódicos nacionais e internacionais; (7) Mínimo de 4 trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.