Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores associados a hábitos de sucção não nutritiva prolongados em duas coortes de crianças brasileiras

Processo: 14/17431-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Heloisa Bettiol
Beneficiário:Heloisa Bettiol
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil

Resumo

INTRODUÇÃO: Hábitos de sucção não nutritiva (dedo ou chupeta) são comuns durante a infância e são consideradas prolongadas (HSNNP) se foram mantidos por e36 meses de idade. OBJETIVOS: Os objetivos do estudo são estimar a prevalência de HSNNP e avaliar os fatores de risco associados à sua ocorrência em crianças. MATERIAL E MÉTODOS: Uma amostra de 1.463 crianças com idade entre 7-11 anos nascidas em Ribeirão Preto (RP-1994) e São Luís (SL-1997/98), no Brasil, foi reavaliada na idade escolar em 2004/05. Peso ao nascer, idade gestacional e variáveis perinatais foram obtidos ao nascimento. Tipo de alimentação, ocorrência e duração de sucção de dedo e chupeta foram registrados retrospectivamente na idade escolar. HSNNP foram definidos quando persistentes por e36 meses de idade. Razões de prevalência brutas e ajustadas foram estimadas por regressão de Poisson (±=5%). RESULTADOS: A prevalência de HSNNP foi maior em RP (47,6%) do que no SL (20,2%). Variáveis perinatais não foram associadas a HSNNP; sexo feminino e uso de mamadeira e24 meses foram fatores de risco nas duas cidades. Aleitamento materno e12 meses foi associado a menor prevalência em ambos os locais. Em SL, crianças cujas mães viviam em união consensual e trabalharam fora de casa mostraram maior prevalência. CONCLUSÕES: Concluiu-se que a prevalência de PNNSH foi alta principalmente em RP e não foi associada com variáveis perinatais. Em ambas as cidades, houve associação de HSNNP com sexo feminino, menor duração do aleitamento materno e uso prolongado de mamadeira. (AU)