Busca avançada
Ano de início
Entree

Jay Neitz e as novas perspectivas da genética de visão de cores

Processo: 14/18321-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 23 de novembro de 2014 - 25 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Dora Selma Fix Ventura
Beneficiário:Dora Selma Fix Ventura
Pesquisador visitante: Jay Neitz
Inst. do pesquisador visitante: University of Washington, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58731-2 - A visão como indicador de processos lesivos na retina e no sistema nervoso central, AP.TEM
Assunto(s):Psicofísica  Retina  Visão de cores  Opsinas 

Resumo

Os professores e pesquisadores Maureen Neitz e Jay Neitz do Departamento de Oftalmologia da Universidade de Washington, Seattle, WA, EUA, possuem grande experiência no estudo dos mecanismos de visão de cores, atuando na área de genética, eletrofisiologia e morfologia da retina. Desde 2008 nosso laboratório vem trabalhando em parceria com os professores, parceria esta que se iniciou com o doutorado e treinamento de um ano da aluna Daniela Maria Oliveira Bonci, hoje professora do Departamento de Psicologia Experimental, do Instituto de Psicologia. Com o retorno da aluna para o Brasil e a aprovação do Projeto Fapesp de Auxílio à pesquisa - Regular (09/06026-6) foi possível estruturar o primeiro laboratório de análises genéticas dos pigmentos visuais no Brasil, que permitiu dar continuidade aos estudos de genética de visão de cores em diferentes espécies de vertebrados e também iniciar estudos de diferentes alterações genéticas que levam a disfunções visuais.A parceria realizada entre os dois laboratórios vem trazendo resultados relevantes na área. Os contatos entre os dois laboratórios e troca de informações sobre planejamentos e andamentos de projetos e sobre os resultados obtidos vem sendo mantidos durante encontros internacionais como o Congresso Anual da ARVO (Association for Research in Vision and Ophthalmology), durante visitas realizadas pelos professores ao nosso laboratório e durante estágios e treinamentos realizados por alunos de nosso laboratório. O presente projeto tem o objetivo manter a interação e fortalecer a parceria entre os dois laboratórios, que já resultou em duas teses de doutorado (uma em etapa de conclusão), o aprimoramento de técnicas de biologia molecular, a apresentação de diversos trabalhos em congressos nacionais e internacionais e a publicação de quatro artigos científicos, em importantes revistas nacionais e internacionais (Soares et al., 2010; Genead et al., 2011; Bunce et al., 2011; Bonci et al., 2013). A vinda dos professores irá novamente solidificar esta interação e auxiliar na conclusão de projetos e na publicação de mais dois artigos já em elaboração. A visita também trará importante contribuição para a discussão, elaboração e planejamento de novos projetos a serem iniciados a partir de 2015 sobre expressão gênica de melanopsinas em retinas e tecidos extraoculares de vertebrados. Ambos professores ministrarão disciplina da pós graduação "Novas perspectivas sobre a genética de visão de cores em humanos", pelo programa de Neurociência e Comportamento e terão a oportunidade de divulgar suas últimas publicações sobre genética de visão de cores e uso de terapia gênica. A professora Maureen participará da banca de defesa de doutorado da aluna Einat Hauzman, no dia 25 de Novembro de 2014. (AU)