Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do praguicida Diclorvós sobre o desenvolvimento de lesões prostáticas induzidas por MNU em ratos

Processo: 14/07329-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Sérgio Pereira
Beneficiário:Sérgio Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Exposição à praguicidas  Diclorvós  Transformação celular neoplásica  Próstata  Receptores hormonais  Receptores androgênicos  Receptores estrogênicos 

Resumo

Os praguicidas organofosforados são muito eficazes, amplamente utilizados, e representam grande risco ao meio ambiente e à saúde de diversos organismos, incluindo os seres humanos. O diclorvos (DDVP) é um desses praguicidas organofosforados e possui potencial mutagênico e cancerígeno para seres humanos. Muitos praguicidas, como o DDVP, atuam como desreguladores endócrinos, podendo alterar a homeostase endócrina. Esses compostos agem via receptores de andrógeno (AR) ou via receptores de estrógenos (ERs) promovendo alterações endócrinas e reprodutivas, como o câncer de próstata. Tanto os andrógenos quantos os estrógenos estão intimamente ligados ao controle dos mecanismos de proliferação e morte celular que controlam o crescimento normal da próstata, alterações na expressão e atividade dos ARs e ERs, são essenciais para o entendimento do processo de carcinogênese na próstata. Assim, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a expressão de AR e dos subtipos de ER (ER-±: receptor de estrógeno alfa e ER-²: receptor de estrógeno beta) na próstata de ratos submetidos à indução química por MNU associada ao praguicida diclorvos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.