Busca avançada
Ano de início
Entree

Integração da Análise Envoltória de Dados (DEA) e do modelo hipercubo para avaliação e comparação de cenários alternativos de operação de serviços móveis de atendimento de emergência (SAMUs)

Processo: 14/19051-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Pesquisador responsável:Enzo Barberio Mariano
Beneficiário:Enzo Barberio Mariano
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Regiane Máximo de Souza
Assunto(s):Teoria das filas  Análise por envoltória de dados  Heurística  Serviços médicos de emergência 

Resumo

É fundamental, para garantir a qualidade de vida da população, a existência de um bom sistema de atendimento de emergências. Entre os muitos aspectos envolvidos na qualidade desse serviço, um dos mais fundamentais é a velocidade no atendimento da chamada, o que, por sua vez, depende de um bom gerenciamento de filas. Em um ambiente tão complexo quanto o de um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é necessário à existência de modelos matemáticos que permitam descrevê-lo e analisá-lo, incorporando todas as incertezas envolvidas no processo; nesse sentido, o modelo hipercubo foi um grande avanço nessa questão. O modelo hipercubo, porém, é limitado quando existem múltiplas dimensões que devem ser otimizadas, e algumas delas apresentam trade-offs. Tendo-se em vista essa lacuna, a pesquisa proposta nesse projeto visa a integração das técnicas Análise Envoltória de Dados (DEA) e modelo hipercubo visando a busca de uma solução heurística para otimizar a eficiência de um SAMU, considerando múltiplos parâmetros. Na consecução desse objetivo será necessário, inicialmente, o estabelecimento de um procedimento estruturado para a construção de cenários; a partir dos cenários construídos, o modelo hipercubo será utilizado para descrevê-los na forma de parâmetros, tais como a carga de trabalho e o tempo de resposta; entre esses paramentos serão levantadas as entradas e saídas que servirão de base para qualificar cada cenário em termos de eficiência; outro ponto importante será a busca pelo modelo, referente a DEA, que seja o mais adequado para a integração com o modelo hipercubo. Após ser obtida a proposta de integração entre as duas técnicas, a mesma será validada e aperfeiçoada a partir da aplicação nos SAMUS da cidade de Bauru e Ribeirão Preto, cujos dados já foram coletados em pesquisas prévias. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.