Busca avançada
Ano de início
Entree

Ações proteolíticas intracelulares da metaloproteinase de matriz (MMP-2) nas alterações cardiovasculares da hipertensão arterial

Processo: 14/11412-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Pesquisador responsável:Michele Mazzaron de Castro
Beneficiário:Michele Mazzaron de Castro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças cardiovasculares  Hipertensão  Estresse oxidativo  Proliferação celular  Movimento celular  Troponina I  Metaloproteinase 2 da matriz 

Resumo

As metaloproteinases de matriz (MMPs) são conhecidas principalmente por degradarem vários componentes da matriz extracelular e pela ativa contribuição no processo de remodelamento tecidual fisiopatológico. A MMP-2 contribui significativamente para as alterações cardiovasculares da hipertensão arterial, favorecendo o remodelamento crônico e a disfunção. Neste projeto, a proposta é analisar se as alterações cardiovasculares mediadas pela MMP-2 na hipertensão também ocorrem via proteólise de proteínas intracelulares essenciais na regulação do tônus vascular e da contratilidade cardíaca. A troponina I e a calponina-1 serão analisadas como possíveis alvos proteolíticos em tecidos cardíacos e vasculares de ratos hipertensos, por serem responsáveis em parte pelo controle da maquinaria contrátil cardíaca e vascular. Estudos anteriores mostraram que estas proteínas são alvos intracelulares da MMP-2 em doenças cardiovasculares associadas ao estresse oxidativo, como a isquemia e reperfusão cardíaca e a sepse. Os resultados obtidos com o projeto proposto auxiliarão na compreensão dos mecanismos envolvidos na regulação do tônus vascular e da contratilidade cardíaca na hipertensão, além de mostrar mecanismos alternativos de regulação da migração e proliferação celular. O uso de inibidores de MMPs é importante não apenas como ferramenta farmacológica para estudos experimentais, mas também como uma terapia adjuvante promissora no tratamento da hipertensão e de doenças cardiovasculares associadas. Este projeto facilitará o crescimento e a integração intra- e interdepartamental por ser abrangente e de fácil aplicação em várias áreas de pesquisa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, SHERLIANE C.; PARENTE, JULIANA M.; BELO, VANESSA A.; MENDES, ATLANTE S.; GONZAGA, NATALIA A.; DO VALE, GABRIEL T.; CERON, CARLA S.; TANUS-SANTOS, JOSE EDUARDO; TIRAPELLI, CARLOS R.; CASTRO, MICHELE M. Quercetin decreases the activity of matrix metalloproteinase-2 and ameliorates vascular remodeling in renovascular hypertension. ATHEROSCLEROSIS, v. 270, p. 146-153, MAR 2018. Citações Web of Science: 8.
BELO, VANESSA DE ALMEIDA; PARENTE, JULIANA MONTENEGRO; TANUS-SANTOS, JOSE EDUARDO; CASTRO, MICHELE M. Matrix metalloproteinase (MMP)-2 decreases calponin-1 levels and contributes to arterial remodeling in early hypertension. Biochemical Pharmacology, v. 118, p. 50-58, OCT 15 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.