Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de mecanismos de proteção do genoma das células germinativas de rato contra expressão de retrotransposons e sua relação a pluripotência dessas células

Processo: 14/19123-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2015 - 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Taiza Stumpp Teixeira
Beneficiário:Taiza Stumpp Teixeira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética  Células germinativas  Células-tronco  Cromatina  Genomas  Retroelementos  Expressão gênica 

Resumo

As células germinativas são responsáveis por transmitir a informação genética e epigenética para as gerações seguintes. Essas células originam-se do epiblasto como células germinativas primordiais (CGP) e passam por reprogramação epigenética, que garante o estabelecimento de sua identidade e um estado de pluripotência fundamental para a formação do futuro embrião. Esse estado de pluripotência permite que as CGP sejam reprogramadas a linhagens de células pluripotentes in vitro (CGE), as quais apresentam características muito semelhantes às células tronco embrionárias (CTE). Por outro lado, este período requer o controle rígido da expressão de retrotransposons através de mecanismos de defesa do genoma. Em ratos, a capacidade das CGP de gerar CGE tem se mostrado muito restrita quando comparada a camundongos. Sabendo que uma das principais características das CTE é a presença de marcas epigenéticas bivalentes em genes relacionados ao desenvolvimento e em retrotransposons, sugere-se que presença dessas marcas seja fator determinante na derivação de CGE e que as diferenças na capacidade das CGP de rato e camundongo gerarem CGE se deva a diferenças na presença dessas marcas entre essas espécies. Assim, os objetivos deste estudo são: a) investigar a presença de marcas bivalentes em genes cruciais para o desenvolvimento embrionário e nos retrotransposons; b) investigar mecanismos de defesa do genoma contra retrotransposons. CGP de rato serão submetidas às técnicas de Low-Cell ChIP e hMeDIP para investigação de cromatina bivalente e do controle da expressão de retrotransposons. Serão investigados também expressão e controle da expressão de genes de defesa do genoma. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROCHA-DA-SILVA, LETICIA; ARMELIN-CORREA, LUCIA; CANTAO, ISABELLE HERNANDEZ; FLAIZ FLISTER, VERENA JULIA; NUNES, MARINA; STUMPP, TAIZA. Expression of genome defence protein members in proliferating and quiescent rat male germ cells and the Nuage dynamics. PLoS One, v. 14, n. 6 JUN 10 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.