Busca avançada
Ano de início
Entree

Plano anual de aplicação da parcela para custos de infra-estrutura institucional para pesquisa - FAPESP 2014

Processo: 14/23491-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Marisa Masumi Beppu
Beneficiário:Marisa Masumi Beppu
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

A Faculdade de Engenharia Química (FEQ) da Unicamp apresenta uma produção científica qualificada que é crescente nos últimos 15 anos, tendo sido produzido no período 2009-2013, 519 artigos indexados na base InCites Thomson Reuters, com um bom nível de citações (2430), resultando em um fator de impacto de 4,7. Estes dados são os mais altos de todas as engenharias da Unicamp e de 40 outros campos de pesquisa similares na Universidade. Esses dados indicam uma boa média de produção por docente por ano. Tal crescimento é compatível com o crescimento da produção científica da Unicamp como um todo, onde a FEQ ocupa a sexta posição, entre as diferentes Unidades Acadêmicas.O reconhecimento nacional dos docentes da FEQ é inquestionável (palavras de da comissão externa em seu relato na última avaliação institucional), como comprovado pelos inúmeros prêmios de pesquisa recebidos nos últimos anos, bem como pelo fato de que quase a metade dos docentes tem bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq, destacando-se 3 bolsas de PQ 1A (33% desta categoria na área). Quanto ao reconhecimento externo, destaca-se: a) intensa participação como revisores de revistas internacionais; b) convite a vários pesquisadores da FEQ para proferirem conferências em importantes eventos internacionais da área; c) alguns intercâmbios com instituições no exterior.Historicamente, a FEQ construiu uma excelente infraestrutura de apoio à pesquisa, resultante de um esforço histórico dos docentes na busca de recursos de órgãos oficiais de fomento, bem como de apoio de empresas. Destaca-se a implantação de um laboratório multiusuário. Foi observado, contudo, que existe uma carência de melhorias na área de TI voltada à pesquisa. (AU)