Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial imunogênico da aquaporina e do peptídeo P0 contra o carrapato Rhipicephalus sanguineus em cães

Processo: 13/23934-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Rosangela Zacarias Machado
Beneficiário:Rosangela Zacarias Machado
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/05553-6 - Potencial imunogênico da aquaporina e do peptídeo P0 contra o carrapato Rhipicephalus sanguineus em cães, BP.TT
Assunto(s):Cães  Imunogenicidade  Carrapatos  Rhipicephalus sanguineus  Vacinas  Proteínas ribossômicas  Aquaporinas 

Resumo

O carrapato do cão Rhipicephalus sanguineus tem grande importância médico-veterinária, uma vez que atua como vetor de diversos patógenos (vírus, bactérias, protozoários e nematoides), causando doenças em seus hospedeiros, incluindo humanos. O controle deste carrapato tem sido baseado principalmente no emprego de acaricidas químicos, porém seu uso indiscriminado tem contribuído para a seleção de carrapatos resistentes, além dos custos elevados e contaminação ambiental quando de sua aplicação. As vacinas têm sido consideradas uma alternativa promissora para o controle de carrapatos, embora até o momento não exista vacina comercial anti-carrapato disponível para uso em cães. Com o avanço das técnicas de biologia molecular, novas moléculas têm surgido como candidatas a vacinas anti-carrapatos para bovinos e potencialmente para cães. Dentre estas moléculas, destacam-se a proteína ribossomal P0 de R. sanguineus e R. microplus e a aquaporina de R. microplus. Estudos recentes mostram que vacinas desenvolvidas contra determinada espécie de carrapato, pode conferir proteção cruzada a outras espécies de carrapato, geneticamente próximas. Dessa forma, o presente estudo objetiva, em colaboração com o Centro de Ingeniería Genética y Biotecnologia de Havana - CIGB, Cuba, e do United States Department of Agriculture - USDA, EUA, avaliar a eficácia de vacinas de peptídeo P0 e de aquaporina, respectivamente, contra o R. sanguineus em cães numa infestação desafio através da determinação do potencial biótico dos carrapatos, histopatologia do ectoparasito alimentado em hospedeiro vacinado, incluindo a ultraestrutura do ovário, histopatologia do sitio de fixação do carrapato, título de anticorpos anti-aquaporina e anti-P0 e imunohistoquímica de carrapatos não alimentados e de alimentados em hospedeiros vacinados. (AU)