Busca avançada
Ano de início
Entree

A Independência do Brasil e a experiência hispano-americana (1808-1822)

Processo: 14/21819-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de fevereiro de 2015 - 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:João Paulo Garrido Pimenta
Beneficiário:João Paulo Garrido Pimenta
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Independência do Brasil  Opinião pública  Século XIX 

Resumo

Este livro analisa o impacto dos processos independentistas hispano-americanos no Brasil entre os anos de 1808 e 1822. A tese central aqui sustentada é a de que, durante o período em questão, o conhecimento do que se passava nos territórios hispânicos, bem como a crescente necessidade de uma interação prática com eles, impôs à América portuguesa uma série de determinações cruciais na configuração de seu próprio projeto de independência. Em vez de uma abordagem que conceba o Brasil como uma solução política "diferenciada" das demais ao seu redor, propõe-se compreender essa solução em razão direta delas, como parte integrante de uma mesma conjuntura revolucionária. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
A influência da experiência da América espanhola na independência do Brasil