Busca avançada
Ano de início
Entree

Rastreadores de olhar: eye-trackers

Resumo

Este projeto visa o desenvolvimento de rastreadores de olhar (eye-trackers), dispositivos que medem e indicam a direção do olhar de uma pessoa. O equipamento proposto é um dispositivo móvel (wearable device), utilizado na cabeça (headmounted), composto por hardware (óculos de captura) e softwares de processamento e análise. Com isso é possível compreender e diagnosticar comportamentos do olhar durante a realização de diferentes tarefas. Entre as aplicações temos: estudos de neurociência, psicologia, usabilidade de softwares e máquinas, neuromarketing, diagnósticos de problemas de leitura e acessibilidade de pessoas com restrições de movimento. Atualmente esta tecnologia é desenvolvida exclusivamente no exterior, sem nenhum desenvolvimento comercial nacional, e o altíssimo custo de equipamentos importados inviabiliza sua utilização no país. Por este motivo, a DEV Tecnologia quer ser a referência desta tecnologia no Brasil. A DEV Tecnologia já desenvolveu um protótipo cuja funcionalidade técnica foi atestada por professores do Instituto de Ciências Biomédicas e da Escola Politécnica da USP. O presente projeto de pesquisa tem por objetivo desenvolver o protótipo do eye-tracker com diferenciais em relação ao estado da arte desta tecnologia no mundo, propondo-se: (1) melhorias na estrutura mecânica do rastreador de olhar com posicionamento inovador das câmeras, binocular e com formato ergonômico, (2) melhorias na eletrônica com maior taxa de aquisição, processamento embarcado e comunicação sem fio (3) implementação de algoritmos otimizados para estimativa da direção do olhar e calibração, (4) desenvolvimento de softwares de aplicação em plataforma open source com ferramenta de análise robusta, que possa ser extensível, modular, de fácil utilização e com funções específicas para cada público e aplicação, com ênfase nos mercados de acessibilidade, pesquisa científica e neuromarketing e (5) projeto do processo produtivo para fabricação e montagem do produto em média e grande escala. Para avaliar o desempenho do protótipo propõem-se três experimentos: um aplicado a projetos de pesquisa científica, outro aplicado a acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida e a terceira em neuromarketing. Espera-se que ao final do projeto sejam obtidos: especificação final do produto, protótipo validado do hardware, firmwares, softwares de rastreamento e aplicação operacionais e processo produtivo definido para viabilizar a iniciação da Fase III (preparação para comercialização) na seqüência deste projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
O sangue novo da inovação 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Dispositivo que conecta à internet máquinas não automatizadas está em fase de comercialização 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)