Busca avançada
Ano de início
Entree

Habilidades do desenvolvimento infantil e a análise da interação na díade mãe-bebê de nascidos prematuros e nascidos a termo

Resumo

A relação dos bebês com seus pais fornece a base para o desenvolvimento da autoconfiança, segurança, estabilidade emocional, disposição para aprender, que é a base para o desenvolvimento das capacidades de auto-regulação. O nascimento de um bebê prematuro pode trazer interferências para o desenvolvimento esperado de habilidades interativas da mãe e do bebê. Os prematuros tendem a mostrar pistas comportamentais que são difíceis de entender ou têm dificuldade em dar sinais de interação. Permeando esta hipótese de risco para alteração na díade mãe-bebê e no desenvolvimento infantil, o objetivo do estudo é verificar a qualidade da interação na díade mãe-bebê e os processos de auto-regulação e analisar o curso do desenvolvimento das habilidades motora grossa, motora fina-adaptativa, pessoal-social e de linguagem, de bebês prematuros e típicos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisas com Seres Humanos (CAE: 27875614.3.0000.5417). Serão estudadas cem díades mãe-bebê (50 prematuros e 50 típicas). Os familiares responderão um protocolo de anamnese, contendo informações sobre a vida pregressa da criança. As avaliações serão realizadas ao nascimento, aos três e aos nove meses, por meio dos instrumentos Child-Adult Relationship Experimental Index, Face to Face Still-Face e Teste de Screnning de Desenvolvimento Denver - II. Para os procedimentos de análise serão seguidas as normativas previstas nos manuais de cada instrumento. As avaliações serão filmadas para análise posterior. O tratamento estatístico constará de medidas descritivas e aplicação dos seguintes testes: Teste "t" de Student; Teste "t" Pareado e Coeficiente de Correlação de Spearman (AU)