Busca avançada
Ano de início
Entree

Colaboração entre IQ-UNICAMP e Universidade Bayreuth

Processo: 14/26340-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de março de 2015 - 15 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Edvaldo Sabadini
Beneficiário:Edvaldo Sabadini
Pesquisador visitante: Heinz Hoffmann
Inst. do pesquisador visitante: University of Bayreuth, Alemanha
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Reologia  Calorimetria  Coloides  Micelas 

Resumo

A colaboração entre os dois grupos de pesquisa das duas universidades se dará com a visita por duas semanas do Professor Heinz Hoffmann da Universidade Bayreuth ao Brasil. Dentro desta perspectiva, pretendemos desenvolver experimentos reológicos e calorimétricos envolvendo micelas gigantes, um tema comum para os dois grupos de pesquisa. Especificamente, o Professor Hoffmann tem investigado a formação de estruturas fechadas (anéis e loops) nas cadeias formadas por micelas gigantes formadas pelo surfactante C8F17SO3N(C2H5)4. As estruturas circulares foram recentemente caracterizadas pelo seu grupo de pesquisa através de microscopia eletrônica obtida em temperaturas criogênicas. Muito provavelmente, estas estruturas podem ser as responsáveis pelo fenômeno complexo denominado indução estrutural por fluxo (shear induced structures). Este fenômeno é ainda pouco explicado do ponto de vista químico. Assim, pretendemos combinar a aplicação de fluxo em sistemas de micelas gigantes formadas pelo surfactante C8F17SO3N(C2H5)4, seguida da caracterização reológica e calorimétrica. A ideia central consiste em aplicar determinada energia mecânica (medida com grande precisão) através de um reômetro e avaliar modificações nas curvas de fluxo e na variação de entalpia de diluição das amostras cisalhadas e não cisalhadas. Assim, no processo de diluição, as micelas gigantes são desmanchadas e o conteúdo energético será determinado. As diferenças de energia poderão ser correlacionadas com a formação de estruturas fechadas. Estudo sobre o efeito de fluxo sobre micelas gigantes tem sido intensamente realizado no laboratório do IQ-Unicamp (Rodrigues, R.K.; da Silva, M. A.; Sabadini, E. Worm-like Micelles of CTAB and Sodium Salicylate under Turbulent Flow. Langmuir 2008, 24, 13875-13879. Rodrigues, R. K.; Ito, T. H.; Sabadini, E. Thermal-stability of mixed giant micelles of alkyltrimethylammonium surfactants and salicylate, J. Colloid Interf. Sci. 2011, 364, 407-412, 2011. Ao logo das duas semanas que o Professor Hoffmann passar pelo Brasil, devemos discutir um plano para continuidade da colaboração, que deverá envolver a ida e vinda de alunos dos dois grupos de pesquisa. Aproveitaremos sua vinda para proferir seminários nos Institutos de Química da Unicamp e da USP. Também será agendada a visita ao LNLS. (AU)